Alto Vale
Foto: Elisiane Maciel / DAV

A Academia de Letras do Brasil de Santa Catarina (ALBSC), Seccional de Ibirama, comemorou cinco anos de fundação, e para celebrar o aniversário, promoveu no sábado (27) um evento na Sociedade Desportiva União, que envolveu os membros, lideranças e a comunidade. Além das homenagens que marcaram o evento, cinco membros da Academia lançaram livros, houve exposição de obras de arte como pinturas em tela e esculturas, apresentação do coral da cidade e no fim do evento, um coquetel com autógrafos.

Entre os livros lançados, estava o romance “Laços da Minha Caminhada” escrito pela presidente da Academia, Eliana Vogel Jaeger; o livro infantil “Aventura de Celinha”, escrito pelo presidente da Academia de Letras do Brasil de Santa Catarina, Microrregional de Blumenau, Manuel José Conchinha – que inclusive contou com as ilustrações de Priscila Aparecida Theis, membro da Academia -; “A Estante de Badá”, escrita por Maria Aparecida Cristóvão; o romance “O Mundico – Um cineasta Amazonense” escrito pelo membro Nelson Secchi; e a obra “Atafona do Sellin – Uma joia de Ibirama”, escrita por Neusa Ana Slomski Angioletti e Rosimeire Jacinto.

De acordo com Manuel José, hoje são 109 seccionais em Santa Catarina e no Alto Vale, somente duas cidades ainda não possuem a Academia de Letras. “Ibirama tem sido referência estadual e inclusive foi a quinta seccional fundada em Santa Catarina. É muito importante ter a Academia de Letras na cidade. Neste momento estamos com vários escritores em Ibirama e com isso nota-se a importância da literatura, que é propulsora da educação. Nós tentamos incentivar para que as pessoas leiam mais, escrevam mais principalmente os jovens, para que eles no futuro tenham uma vida melhor”.

Manuel disse ainda, que a Academia apoia todo tipo de obra. “Além da literatura e educação, estamos abertos à outras áreas como por exemplo músicos, artista plásticos, artesanato, apoiamos todos os tipos de artes para o desenvolvimento da cultura da cidade”.

Foto: Elisiane Maciel /DAV

Eliana cita que os objetivos da ALBSC, são de divulgar a cultura literária no município e região, registrar, difundir, preservar e estimular a cultura, a história e as realizações literárias do município, obras e realizações culturais de personalidades do município, incentivar e desenvolver as atividades culturais e sociais, apoiar a criação, ampliação e melhoramento de acervos bibliográficos de bibliotecas municipais e estaduais e planejar e promover ações integradas de cultura através da congregação das lideranças comunitárias da Academia. “A ação e força da Academia de Letras do Brasil de Santa Catarina Seccional Ibirama podem ser percebidas pelo constante lançamento de obras literárias de escritores e escritoras locais e pela crescente relevância da Seccional Ibirama nas instâncias administrativas da instância estadual da Academia”.

Elisiane Maciel