Alto Vale, Saúde
Foto Divulgação

Rafaela Correa/DAV

O Centro para o desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí (Unidavi) assinou um contrato com o município de Ituporanga para que os acadêmicos possam auxiliar no atendimento na rede de Atenção Básica. A parceria garante que estudantes dos cursos na área da saúde como Medicina possam colocar em prática o conhecimento obtido nas aulas e ainda ajudar a população.
De acordo com a pró-reitora de ensino da Unidavi, Patrícia Pasqualini Philippi, os alunos da saúde atuam no atendimento à população com projetos, acompanhamento e outras atividades. “O objetivo é levar conhecimento, tecnologia, atendimento, desenvolvimento para toda a região. É uma forma da universidade e o poder público municipal estarem ampliando o atendimento a toda a população”, afirmou Patrícia.
A acadêmica do curso de Medicina, Isadora Alberti Goedert, de 20 anos, já participou da ação e disse que tudo começou durante a pandemia. “A Unidavi quis trazer a gente para perto da nossa cidade e tentar essa experiência. Cada fase teve um horário fixo, eu estou na quarta fase e já tive 40h. A ideia é continuar. A Unidavi quer fazer essa relação dos acadêmicos com a comunidade”, relatou.
Para Isadora, essa experiência é importante. “Eu sempre gostei muito da ideia do contato acadêmico-população e venho aprendendo muito desde o início. Com certeza minhas experiências estão sendo únicas, pois cada paciente tem uma realidade diferente e esse contato nos faz entender o processo saúde-doença de maneira integral. Estou na 4º fase do curso de medicina da Unidavi e desde o primeiro semestre temos essa experiência direta nas unidades básicas de saúde, com toda a população e o cenário que elas estão inseridas. Atualmente, a instituição teve a ideia de proporcionar uma experiência nas nossas cidades e sinceramente, eu acho que foi muito interessante. Eu passei por duas unidades básicas de saúde em Ituporanga e confesso que tudo é muito diferente em cada lugar, os profissionais precisam se moldar com a demanda daquela população e eu acho que a equipe de Ituporanga vem fazendo esse trabalho com êxito”, disse ela.
Questionada sobre as dificuldades enfrentadas nesse período de pandemia, Isadora diz que é preciso coragem. “Se eu pudesse descrever em uma palavra, seria coragem. Em meio ao caos vivido, eu chegava às unidades e via amor e cuidado em todos os profissionais. Sou grata ao sistema de saúde da minha cidade, pela oportunidade e todo conhecimento. Estou ansiosa pelas próximas experiências”, afirma.
Segundo informações repassadas pela Secretaria de Saúde, o município de Ituporanga já contava com o trabalho de quatro acadêmicos na Atenção Básica de Saúde, mas com o contrato a parceria é concreta. “É muito bom poder contar com a Unidavi para isso. Nós queremos o desenvolvimento e a educação é o que vai ajudar. Queremos que eles fiquem na região, trabalhando, porque esse trabalho traz benefícios à população. Temos percebido cada vez mais a necessidade de profissionais de saúde, sobretudo nesse período de pandemia”, afirmou a secretária de saúde Elisângela Scheidt Roncálio.