Alto Vale
Arquivo/DAV

 

O Aeroporto Helmuth Baungartem, que fica em Lontras mas pertence a Rio do Sul, será contemplado com uma balizamento noturno. A remodelação irá cumprir os requisitos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O recurso será viabilizado por meio do programa de Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública (Cosip).

 

Além do balizamento noturno, outras ações serão realizadas no aeroporto, como o serviço de vigilância e monitoramento por 24 horas e o cercamento da área. Conforme o prefeito José Thomé, o projeto para a construção de uma sala de embarque e desembarque está sendo discutido em parceria com o Executivo de Lontras.

“Foram solicitações da Anac e nós estamos buscando alternativas pata viabilizar o projeto”, completa.

 

Atualmente o aeroporto Helmuth Baungartem tem autorização para funcionamento durante o dia. O balizamento noturno irá estender o período e as aeronaves poderão realizar os processos de decolagem e pouso durante 24 horas.

 

A licitação já foi aberta na última semana de janeiro e até o momento uma empresa de Brasília apresentou o menor custo, que é de R$ 702 mil. Conforme o prefeito, a licitação está em fase de análise de documentos e o processo será finalizado no dia 21 de fevereiro.

 

Thomé ainda destaca que a ação irá contribuir para saúde, economia e mobilidade. “

No Alto Vale, 40 empresas utilizam o aeroporto. Nesse caso, a ampliação do horário de funcionamento, facilitará a logística dessas empresas. Na saúde, o traslado de órgãos poderá ser realizado durante 24 horas. São benefícios que abrangem toda a população”, explica.

 

Em busca de um modelo

 

No final de janeiro, Thomé visitou ao aeroclube de São José, que recentemente realizou balizamento noturno. De acordo com o prefeito, a visita serviu para conhecer todo o processo do qual passará o aeroporto de Rio do Sul. “

Estamos buscando algumas administrações aeroportuárias para ter como base o que a gente quer para Rio do Sul”, finaliza.

Jorge Matias