Alto Vale

Reportagem: Gabriela Szenczuk/DAV

O dia 14 de junho foi marcado por ser o Dia Mundial do Doador de Sangue, mas a semana que relembra a importância da doação acontece até dia 22 em Santa Catarina. Apesar das campanhas de conscientização, desde 2016 o Alto Vale do Itajaí não conta com nenhum ponto de doação. O abastecimento acontece através da agência transfusional de sangue do Hospital Doutor Waldomiro Colautti, de Ibirama.

De acordo com o diretor do hospital, Roberto Ferrari, a unidade é responsável pelo abastecimento de todas as outras unidades da região e tem como função armazenar o sangue, realizar exames imunológicos e pré-transfusionais, além de liberar e transportar os hemocomponentes para distribuição. A agência, inaugurada em 2015, é vinculada aos hemocentros de Blumenau e Lages que realizam o abastecimento, praticamente todos os dias, conforme solicitações médicas dos hospitais do Alto Vale.

Segundo a gerente técnica do Hemosc de Blumenau, Gisele Carine Signor Pigozzi, apesar de haver a agência no hospital de Ibirama, os moradores do Alto Vale do Itajaí que desejam fazer doação de sangue devem procurar os hemocentros de Blumenau ou Lages. “A agência de Ibirama é como um centro de distribuição de hemocomponentes na região do Alto Vale, mas não recebe doação de sangue”, explica.

De acordo com ela, o transporte dos hemocomponentes é realizado por motoristas ou motoboys contratados pelos hemocentros, que transportam o sangue em caixas térmicas. Gisele ainda comenta que o hospital de Ibirama foi escolhido para ter a agência transfusional e ser um centro de distribuição para a região pela facilidade de logística e distribuição, e pela localização – uma vez que está próximo da maioria das cidades do Alto Vale e principalmente de Rio do Sul, que consome grande quantidade de hemocomponentes realizando em média 350 transfusões mensais.

Thayse Molinari, coordenadora de captação de doadores do Hemosc de Blumenau, conta que os tipos sanguíneos mais necessitados no hemocentro, e consequentemente nas unidades abastecidas, são O-, O+, B-, A- e A+. “É necessário mais doações. O atendimento precisa continuar nas emergências, cirurgias, transplantes, leucemias e outras doenças que precisam de transfusão de sangue no seu tratamento. Antes da pandemia tínhamos uma grande demanda de doadores, mas agora este número vem caindo gradativamente”, conta. Ainda segundo Thayse, os meses de maio e junho costumam ter uma queda no número de doadores por conta da chegada do frio e da vacinação da gripe, que impede a doação por alguns dias.

Apesar do apelo por doações, de acordo com o Hemosc, não há previsão de retorno das coletas em Rio do Sul. Portanto, os cidadãos do Alto Vale do Itajaí que desejam doar sangue, devem agendar um horário previamente para garantir o distanciamento social por conta do coronavírus. Para isso, basta entrar em contato através dos números (47) 3222.9800 ou (47) 3222.9801. A doação pode ser feita das 8h15 às 16h30, de segunda a sexta-feira.

Semana do Doador de Sangue em SC

De acordo com Roseli Sandrin, coordenadora da Comunicação Corporativa do Hemosc do estado, de 21de dezembro do ano passado até o dia a 12 de junho desse ano, apresentaram-se para doar sangue 63.386 candidatos. Destes, 53.778 efetivaram sua doação. O percentual de pedidos de hemocomponentes é de 99.32%, o que representa quase 100% das solicitações de sangue atendidas.

Ainda segundo Roseli, mesmo com o cenário da pandemia do coronavírus, a Hemorrede está conseguindo manter a mesma qualidade no atendimento e solicitações de sangue no estado. “Quem doa sangue é alguém muito importante para o mundo todo, e para o mundo de alguém”, finaliza.
O Dia Mundial do Doador de Sangue foi criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para relembrar a importância de salvar vidas. A semana de celebração tem como objetivo homenagear a todos os doadores de sangue e chamar a atenção dos não-doadores sobre a importância deste ato, que é responsável pela salvação de milhares de vidas. Além disso, a data também chama a atenção da importância das doações regulares para garantir, ainda mais, produtos sanguíneos acessíveis e seguros como parte integral da saúde universal.

Para comemorar a data, embora num cenário de pandemia e isolamento social, o Hemosc está preparando suas unidades de coleta com decoração especial para receber os doadores de sangue de forma mais festiva durante esta semana, entre os dias 15 e 22 de junho.
Na segunda-feira, (15), os doadores receberam singelos presentes nos locais de coleta como forma de agradecer esta importante e necessária atitude que permite que as pessoas deem continuidade ao seu tratamento de saúde, à sua vida.

A comunicação do Hemosc reforça que está atendendo com adoção de todos os cuidados recomendados pelos órgãos sanitários para evitar a propagação do coronavírus e na entrada e interior de todas as suas unidades estão disponíveis dispensadores de álcool. Complementando os cuidados, é solicitado aos doadores que se apresentem de máscaras, e, preferencialmente, sem acompanhantes.