Alto Vale
Foto: Divulgação/Prefeitura de Petrolândia

Petrolândia poderá receber a partir do ano que vem estudantes dos cursos de Agronomia e Zootecnia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), para a realização de estágio de vivência. A proposta foi apresentada em uma reunião no início do mês, envolvendo representantes da Universidade, o prefeito Joel Longen, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Petrolândia, Rosana Brandt, os técnicos do escritório municipal da EPAGRI, Luis Antonio Hack e Tomás Pereira, o presidente da Câmara de Vereadores, Rogério Domingos, a vereadora Iris Weber e o representante da FETAESC.

O estágio de vivência é uma disciplina obrigatória da UFSC, sendo que os acadêmicos dos dois cursos ficam por um período de 21 dias na cidade parceira, atuando na casa de agricultores. “Durante essas três semanas, os estudantes vão “morar” na propriedade e realizar as atividades com a família, para conhecer a realidade do meio rural, uma vez que mais de 80% acabam vindo do meio urbano. O estágio, portanto, tem papel muito importante na formação desses alunos. Além da formação de profissionais de qualidade, se familiarizando com as atividades agrícolas, eles criam vínculos com as famílias locais que, em muitos casos, se parecem com a relação de um filho adotado após o estágio”, explica a professora Daniela Pacifico.

Mas para que haja esse trabalho prático, é preciso a parceria entre a Prefeitura e a Universidade. Após a apresentação do projeto durante a reunião, o próximo passo é a votação na Câmara de Vereadores. Havendo a aprovação, ocorre a assinatura do contrato entre a Administração Municipal e a reitoria da UFSC. “Com o contrato assinado, as famílias interessadas e indicadas receberão uma visita dos professores, com as propostas de esclarecer as principais dúvidas e receber as instruções finais”, ressalta a professora.

Os alunos chegarão ao município no dia 1º de março e ficarão até o dia 21.