Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Claudia Pletsch/DAV

O Núcleo de Especialidades de Atendimento à Saúde da Mulher foi criado no município de Agrolândia com o objetivo de prestar atendimento mais qualificado para as moradoras do município. Agora quem procurar uma Unidade de Saúde poderá ser atendida por uma médica destinada especificamente para atender mulheres nos mais diversos tipos de exames e consultas. Futuramente o Núcleo deve ser expandido para um espaço próprio oferecendo os atendimentos especiais em outras áreas como psicologia e nutrição.

O secretário de Saúde do município, Guido Bauer, explica que a médica trabalha em escala nas diversas localidades do município. Os horários estão disponibilizadas na Secretaria de Saúde e nas Unidades Básicas de Saúde. O atendimento de um médico geral, psicóloga, nutricionista e fisioterapeuta já acontecem no município mas Guido explica que muitas mulheres se sentem mais confortáveis ao ser atendidas por outras mulheres e por isso a contratação de uma profissional específica para o Núcleo. “A criação se deu pela demanda e para oferecer uma atenção especial à mulher. Queremos ajudar de alguma forma para que ela se sinta confortável ao ser atendida e possa se sentir confortável e segura ao procurar os atendimentos indiferente do tipo”, avalia.

Em entrevista ao DAV no início do mês o prefeito José Constante já havia anunciado a criação do Núcleo e especificou que todos os trabalhos serão focados na prevenção. “O programa vai cuidar da saúde física e mental da mulher, com uma equipe técnica multidisciplinar, que vai contar com médica, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeuta e psicólogo. Todos trabalharão mais especificamente na prevenção e é claro que em tratamento também, se for necessário”, completa.

O secretário da Saúde explica que para ser atendida pelo núcleo ainda não é necessário nenhum agendamento específico, basta ir até uma Unidade de Saúde. “Normalmente a mulher vem até a Saúde e é encaminhada ao clínico geral ele vai entender qual o tipo de necessidade e dependendo do exame vai fazer o encaminhamento para a médica, para que a mulher tenha um atendimento diferenciado e específico”, conta.