Alto Vale
Crédito: Agência Brasil/Divulgação

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e adolescência é lembrado no dia 18 de maio. Dados do Disque 100 apontam que, apenas em 2017, foram feitas mais de 20 mil denúncias desse tipo no serviço. Em âmbito nacional, o Ministério dos Direitos Humanos (MDH) é o órgão responsável pela coordenação das ações de combate a essas violações. “Queria parabenizar os nossos funcionários e os lojistas da nossa cidade pelas ações realizadas. Essa é uma campanha muito importante e merece o nosso carinho”, destacou o prefeito de Agronômica, Cesar Cunha.

O Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Agronômica e os funcionários do Centro de Referência de Assistência Social estão realizando algumas ações nos últimos dias, para lembrar da data que não pode jamais ser esquecida. A Câmara de Dirigentes Lojistas de Agronômica também está exibindo as camisetas com o símbolo do Combate à Violência Sexual.

No Brasil, a prevenção e o enfrentamento a esse grave problema demandam a articulação de ações intersetoriais com o objetivo de proteger as vítimas e responsabilizar os agressores, bem como conscientizar a população sobre formas de identificar e denunciar os casos suspeitos.

A violência sexual pode ocorrer de diversas formas, entre elas: o abuso sexual e a exploração sexual. O abuso acontece quando a criança ou adolescente é usado para satisfação sexual de uma pessoa mais velha. Já a exploração sexual envolve uma relação de mercantilização, onde o sexo é fruto de uma troca, seja financeira, de favores ou presentes.