Cidade
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Os moradores de Rio do Sul poderão contar oficialmente com um novo serviço a partir desta quinta-feira (14), o Alô Saúde. Trata-se de uma nova forma de atendimento pré-clínico através do telefone, chat on-line e chamadas de vídeos pelo aplicativo ou site com atendimento 24 horas e sete dias por semana.

De acordo com a secretária de Saúde, Roberta Hochleitner, o objetivo do serviço é oferecer o primeiro acesso à saúde para toda a população do município com cadastro ativo no Sistema Único de Saúde (SUS), oferecendo atendimento à distância e dando suporte para as unidades de saúde que realizam o atendimento presencial.

“A demanda é bem grande, com esse serviço a gente pretende tanto reduzir as filas nas unidades de saúde quanto facilitar a vida da nossa população. Já tivemos dias em que ficamos com os serviços de telefone congestionados por excesso de procura. Muitas vezes as pessoas saem de casa para buscar uma informação, então, neste local todas as informações de saúde estarão disponíveis no telefone e a população vai ter disponível a qualquer hora tudo que ela precisa dentro do município”, comenta.

O trabalho que já está sendo executado é feito por técnicos de enfermagem e enfermeiros para orientação e informações em saúde através do site riodosul.saudeativa.sc.gov.br ou pelo telefone 0800 888 3090, a ligação é gratuita. Caso a pessoa apresente sintomas de algum problema de saúde ela vai passar por uma triagem e será classificada clinicamente para uma adequada condução ou encaminhamento para atendimento presencial.

A secretária ainda ressalta que não é um serviço de agendamento.“Se o enfermeiro que atender essa pessoa identificar que de fato essa pessoa precisa de uma consulta médica, o enfermeiro vai entrar em contato com a unidade e fazer o agendamento e passar a data e horário da consulta, mas não é um serviço de agendamento de consultas. É um serviço de informação e promoção de saúde. Se o paciente já sabe que precisa de atendimento ele deve procurar diretamente a unidade de saúde ou a Policlínica”, explica.

O serviço é disponibilizado por uma empresa contratada no valor de R$ 54 mil por mês. Roberta ainda enfatiza a importância da população manter os dados atualizados para poder utilizar o serviço através do aplicativo.

“É importante que as pessoas estejam com todos os dados atualizados, principalmente para que possam utilizar o Alô Saúde pelo aplicativo, já que os usuários podem entrar em contato em diversas situações, como por exemplo, informações em saúde, dúvidas, calendário vacinal e reações adversas, fazer controle da pressão arterial, orientações sobre o tratamento prescrito na sua Unidade de Saúde”, finaliza.