Cidade
Foto: Arquivo DAV

A Secretaria de Educação de Rio do Sul atualizou o Plano de Contingência Municipal de Prevenção da covid-19, passando a orientar os pais a deixarem seus filhos em casa no caso de sintomas da doença. Com a volta das atividades educacionais no município em janeiro, diversas medidas foram tomadas buscando evitar a contaminação pelo vírus.

As mudanças foram aprovadas pelo Comitê Municipal, grupo composto por 18 entidades de Rio do Sul, após divulgação de uma nota técnica emitida pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica do Estado (DIVE), Secretaria de Estado da Saúde e Secretaria de Estado da Educação.

No ensino infantil, crianças com sintomas da covid-19 precisam ficar em casa, e todos os colegas de sala também precisam ficar em casa. Já no ensino fundamental houve uma flexibilização, afastando apenas o aluno que tem a suspeita do coronavírus, sem a necessidade de fechar toda a sala.
Atualmente a rede municipal de Educação conta com 6.200 alunos distribuídos em 319 turmas, sendo que houve aproximadamente 50 casos de confirmação de covid-19 entre servidores e alunos. De acordo com a secretária de Educação, Janara Mafra, diversos protocolos estão sendo seguidos para a prevenção, e adaptações foram necessárias para dar segurança aos alunos, profissionais e também para as famílias. A Secretaria de Educação ainda tem atuado no monitoramento dos suspeitos e na orientação dos pais.

“Queremos manter esse atendimento, mas sempre observando a segurança das crianças, dos profissionais de educação e das famílias. É importante os pais e responsáveis observarem que uma criança com sintoma pode afetar e comprometer o atendimento de toda uma unidade escolar, prejudicando também outros alunos”, observou.