Cidade
Foto: Divulgação

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

Acadêmicos de Medicina do Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí (Unidavi) protestaram através de uma nota pela saída do coordenador do curso de Medicina, Augusto Fey. O médico, que foi um dos responsáveis pela sua implantação, estava na coordenação desde sua abertura e pediu demissão nesta semana.

Após o anúncio da saída um grupo de estudantes, que preferiram não ter seus nomes revelados, procurou o jornal Diário do Alto Vale e afirmou que o coordenador teria pedido desligamento por pressão que vinha sofrendo da reitoria há algum tempo. Através de uma nota, eles manifestaram apoio a Fey e pediram sua permanência. “Nós, estudantes de Medicina da Unidavi gostaríamos de manifestar nosso total apoio e a não concordância com a saída do nosso professor e coordenador de curso Augusto Fey dessa forma. Ele que é o idealizador e fundador desse curso, dedicou anos de sua vida para que esse curso fosse concretizado com tanto prestígio. Ele, junto de um grupo renomado de médicos e professores, lutaram e lutam dia a dia, para a melhora do nosso curso, pela busca de recursos e avanços que possibilitem uma excelente formação para nós alunos. Professor Augusto é e sempre será o coração da Medicina Unidavi” escreveram os estudantes.

Procurada, a Unidavi declarou através de sua assessoria de imprensa que a reitoria foi surpreendida com anúncio de Augusto pedindo sua demissão e que a decisão do desligamento partiu do próprio médico. A instituição declarou ainda que já avalia o nome de um possível coordenador ou coordenadora para substituí-lo, porém a decisão ainda não teria sido tomada.

A Unidavi esclareceu ainda que o curso de Medicina possui coordenadores adjuntos em cada fase e que a coordenação será assumida temporariamente pela vice-reitora, Patrícia Pasqualini Philippi, que também é pró-reitora de Ensino, e por esses coordenadores adjuntos até o novo nome ser oficializado.

A reportagem também tentou contato com o ex-coordenador, Augusto Fey, mas ele não quis se manifestar sobre o assunto.