Cidade
Foto: Divulgação

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

A Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi) em parceria com a Uniavam promove nesta terça-feira (29), no Centro de Inovação Norberto Frahn, em Rio do Sul, uma palestra sobre o Plano de Ações Articuladas (PAR) da Educação. O evento reúne prefeitos e profissionais do setor de toda a região.

A palestrante será a professora Palmira Tolotti que é uma especialista e consultora do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) para programas do Governo Federal. “Ela vem para esclarecer e orientar bem os municípios. Falar da importância desse plano para os prefeitos porque nada se consegue mais de recursos e emendas parlamentares se não está contido no PAR”, explica a Assessora Educacional da Amavi, Tania Moratelli.

Tania adianta que a pauta será bem diversificada e que primeiramente o evento será voltado aos prefeitos, que precisam entender a importância do PAR. “Esse é o documento norteador de toda a Educação, desde a busca de recursos até a formação continuada e tudo aquilo que acontece pedagogicamente também”, argumenta.

A elaboração do PAR é dividida em três etapas: a preparatória, a diagnóstica e o planejamento em si que também está subdividido em quatro etapas. “No Alto Vale já fizemos capacitações bem específicas para os municípios que estavam com dúvidas e todos já estão na elaboração do diagnóstico que é toda a organização para o município, o levantamento de dados para diagnosticar a realidade e depois pensar nas ações do que é preciso fazer”.

Na sequência será a vez da orientação de técnicos e secretários da Educação para esclarecer dúvidas pontuais que cada município pode ter em relação ao seu PAR e a sua realidade. Depois outro assunto abordado será o Programa dinheiro Direto na Escola, mais conhecido como PDDE. “Aproveitando todo o conhecimento da professora Palmira ela vai abordar o PDDE. Esse dinheiro vem para fomentar a formação continuada, as melhorias nas unidades e é preciso fazer a aplicação correta desse recurso e a prestação de contas”.

A assessora de Educação ressalta ainda que como muitas escolas tiveram mudança dos diretores e até mesmo nas Secretarias Municipais de Educação, essas capacitações são fundamentais para que as cidades possam se organizar e fazer tudo como determina a legislação.