Cidade
Foto: Divulgação

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

O empresário do ramo de informática Andreini Cesar Lohn foi eleito presidente da Junior Chamber International (JCI) de Rio do Sul para 2023. A eleição aconteceu nesta semana durante a Assembleia Geral Ordinária que também teve a escolha do Conselho Diretor e Fiscal, discussões sobre alteração orçamentária e mudanças no estatuto.

Ele entrou na entidade em 2016 e ao longo dos anos já assumiu diversos cargos, o último foi a coordenadoria da Reunião Nacional de Dirigentes Locais (RNDL) evento que reuniu membros de todo o país em Rio do Sul.

Andreini comenta que assumir a presidência será um grande desafio. “Ainda mais sendo da JCI que tem um reconhecimento na comunidade e com as mudanças que tivemos nos últimos anos em decorrência de tudo que viemos vivendo. É uma transformação e temos que estar preparados para isso”.
Entre os principais objetivos de sua gestão está o fortalecimento da entidade, reconhecimento e a formação de novos líderes. “Hoje o principal foco da JCI é a formação de líderes e é isso que eu planejo, continuar com esse propósito”, completa.

O novo presidente diz ainda que em sua gestão vai trabalhar para retribuir o que a JCI fez por ele. “Me sinto no dever de poder contribuir e com certeza sempre digo que quanto mais a gente se doa para a JCI, mais ela faz por nós na nossa vida profissional, pessoal e familiar, então é um orgulho presidir a JCI e sei que terei todo o apoio dos membros”, finaliza.