Alto Vale
Foto: Divulgação

A Associação de Pais e Mães de Pessoas com Deficiência Intelectual e Autismo (Apames) de Rio do Oeste recebeu uma importante doação na última semana. Trata-se de uma máquina para confeccionar fraldas, que serão doadas a 73 famílias associadas à Apames e também à Prefeitura Municipal. O equipamento foi doado pelo deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT), que fez a boa ação como pessoa física, sem vínculos políticos.

De acordo com a coordenadora da Apames, Alci Léia Padilha, na última sexta-feira (1º) um convênio foi firmado com a Prefeitura de Rio do Oeste. Com a parceria, a Administração irá fornecer toda a matéria-prima para a confecção das fraldas, e os materiais devem chegar em aproximadamente 15 dias. “São kits para fraldas infantis e para fraldas geriátricas. São vários produtos que têm nesse kit, que servem para a gente produzir a fralda. Serão em torno de 3,2 mil fraldas por mês que a gente vai produzir, e elas vão abastecer tanto a Prefeitura de Rio do Oeste, quanto a Apames”, explica.

Alci Léia conta que o valor da máquina é algo em torno de R$ 15 mil, mas como ela foi destinada a uma Organização Sem Fins Lucrativos, o seu valor passou para R$ 7 mil. A coordenadora ainda ressalta que a associação não possui sede própria, por isso o equipamento ficará na casa de um dos associados. “Agora nós já conseguimos um local para colocar a máquina, é um ambiente especial em uma casa de um dos nossos associados. Lá iremos produzir esse material”, afirma.

No próximo dia 14 acontecerá uma reunião da Apames na Câmara de Vereadores de Taió, às 19h. Na ocasião, uma empresa de Tecnologia Assistiva de São Paulo fará uma demonstração de produtos e recursos tecnológicos para pessoas com diversos tipos de deficiências. O evento é aberto ao público e a associação conta com a participação de toda a comunidade.

A Apames

A Apames tem como objetivo estruturar as famílias que lidam com deficientes. Para isso, a associação realiza reuniões mensais, que contam com a participação de psiquiatras, neurologistas, terapeutas ocupacionais e psicólogos. “As famílias que acompanham as pessoas com deficiência não têm atendimento nenhum, e às vezes não têm nem estrutura emocional para lidar com essas deficiências. Então, o objetivo da Apames é acolher essas famílias e oferecer conhecimento para trabalhar e lidar com as pessoas com deficiência”, declara Alci Léia.

Atualmente, apenas Rio do Oeste possui uma Apames. Portanto, a associação recebe famílias de Taió, Laurentino, Rio do Sul, Ituporanga, entre outros municípios do Alto Vale.

Carolina Ignaczuk