Alto Vale
Divulgação

 

Com a polêmica após a divulgação de uma matéria do Diário do Alto Vale sobre a aprovação de um Projeto Lei que reajustava em 3,92% os salários dos servidores, secretário, vereadores, prefeito e vice de Presidente Getúlio, o prefeito Nelson Virtuoso (MDB), voltou atrás na decisão e optou por vetar o reajuste. A lei havia sido aprovada no último dia 26, em meio a pandemia do coronavírus, quando o decreto do Governo Estadual, que proíbe sessões no Legislativo, já estava em vigor.

 

Conforme Virtuoso, a medida se faz necessária devido à instabilidade financeira que o Brasil e também Presidente Getúlio estão passando. “A gente precisa dar uma atenção maior a essa situação de pandemia, não sabemos como vai ser a vida amanhã”, disse o prefeito.

 

Ainda de acordo com Virtuoso, o projeto havia sido encaminhado para a Câmara antes do decreto do governador. “Por conta da agenda lotada, o Legislativo não conseguiu colocar em votação essa pauta a tempo”, justificou.