Alto Vale
Foto: Divulgação

 Reportagem: Helena Marquardt/DAV

A Secretaria de Assistência Social de Laurentino está alertando a população sobre mensagens falsas que circulam nas redes sociais com um suposto cadastro para o recebimento de cestas básicas no município. Através de um link, criminosos pedem inclusive dados pessoais dos moradores que podem ser usados futuramente para golpes.

A secretária Elaine Luckmann de Rezende, comenta que diversas pessoas procuraram a Secretaria falando sobre o suposto link de cadastro e que muitas contaram que preencheram o formulário com seus dados pessoais. “As pessoas entraram em contato conosco perguntando se era verdade essa distribuição de cestas básicas, então fomos investigar melhor e descobrimos que isso também já aconteceu em outro município”.

Ela comenta que até agora ninguém informou oficialmente ter sofrido algum tipo de prejuízo, mas que muitos relataram ter passado dados pessoais como CPF. “A mensagem com certeza é uma fakenews que pode ter como intuito se apropriar de algumas informações de dados pessoais para uma possível fraude”, alerta.

Elaine esclarece que em Laurentino o benefício eventual de cesta básica é concedido em média a cerca de 50 famílias por mês e a solicitação é feita somente através do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). “Nossa porta de entrada é o CRAS e todo usuário que estiver passando por alguma situação de vulnerabilidade ele deve entrar em contato, fazer o agendamento do atendimento e vai passar por uma avaliação dos técnicos. Se ele se enquadrar dentro do perfil do público alvo concedemos a cesta básica, mas não existe nenhum cadastramento pela internet.”

A secretária acredita que criminosos estejam se aproveitando da situação de vulnerabilidade de muitas pessoas, agravada pela pandemia, para aplicar golpes. “Quando você recebe qualquer mensagem de alguma coisa que você vai ganhar, se estiver realmente precisando daquilo, obviamente que despertará o interesse e as vezes a pessoa não vai nem checar naquele momento se é verdadeiro ou não. Muitas pessoas clicaram no link”, disse.

Apesar de não mencionar a Prefeitura de Laurentino, a falsa mensagem induz a população a acessar um link suspeito que não possui qualquer relação com os governos municipal, estadual ou federal. A orientação das autoridades é não clicar e nem sequer compartilhar a mensagem.  Caso tenha alguma dúvida o morador pode entrar em contato com a Prefeitura de Laurentino e ficar informado através dos canais oficiais.