Alto Vale
Foto: Captura Google Maps

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Associação dos Motoristas de Pouso Redondo está promovendo a quinta edição do Costelaço, no dia 7 de novembro. O evento faz parte da programação do aniversário de 34 anos do grupo. Além do almoço também haverá uma carreata e sorteio de brindes.
O presidente da Associação, Roberto Mondini, conta que o evento sempre teve aceitação da comunidade e que embora não tenha sido realizado no ano passado em virtude da pandemia, a expectativa para este ano é vender pelo menos 500 cartões de almoço.

“Há quatro anos começamos a fazer o Costelaço e felizmente deu muito certo. Tanto é que em 2019 a gente serviu em média 700 almoços, foram 700 quilos de costela e foi muito bem aceito pela população. Hoje a expectativa é vender cerca de 400 ou 500 almoços, até porque ainda estamos em uma pandemia e se conseguirmos servir essa quantidade já está ótimo”, afirma.

O evento começa às 10 horas, com uma carreata, que sairá da Avenida 1º de Maio, em frente à Gráfica Free Way. “Nesse dia também faremos uma carreata com os motoristas. A previsão é que saia às 10 horas e assim que todos chegarem à Associação haverá uma benção para os veículos”, conta.
A venda dos cartões está sendo feita pelos associados e também em alguns estabelecimentos comerciais do município. “A venda de cartões é feita diretamente com os sócios. Alguns pontos como a lanchonete da rodoviária, o posto Scoz, Bar do Machucho também têm cartões”. O valor dos cartões vendidos antecipadamente é R$40,00. Quem decidir participar no dia também pode adquirir os cartões na hora, mas o custo será de R$45,00.
Durante o almoço, os participantes terão música ao vivo com Zonildo Full e após haverá sorteio de brindes.

Roberto conta que o valor arrecadado com a venda dos cartões do Costelaço será utilizado na Associação que estaria precisando de alguns reparos.

“Hoje temos uma área de 1.700 metros de área construída para manter, área de baile, de festa, churrasqueira e por isso temos a necessidade de fazer esse evento”.

O presidente ainda comenta a importância da Associação que hoje conta com mais de 100 membros. “É uma história muito bonita. Acho que se fosse hoje não conseguiríamos mais construir, porque na época até o terreno foi doado por empresas, as mesas, as cadeiras. E é claro que também não podemos esquecer os fundadores que fazem de tudo pela Associação até hoje, sr. Antônio Taufenback e a esposa Nelita Taufenback, que estão ativos até hoje”, finaliza.