Alto Vale, Esporte
Foto: Divulgação

Helena Marquardt/DAV

O lutador de Rio do Oeste, Ederson Luis Santiago, mais conhecido como Neguinho, assinou um contrato com o Inside Figthers League, um novo evento de lutas marciais mistas e também de muay thai, que promete ser a porta de entrada para o sucesso de atletas de todo o Brasil. A luta está marcada para abril e será transmitida ao vivo do canal Woohoo.

Apesar de não ter o dia anunciado, o local já está confirmado. O combate acontecerá no município de Rio Grande, no estado de Rio Grande do Sul. Até lá, ele intensifica os treinamentos e já planeja disputar outras competições como aquecimento, incluindo uma luta em Curitiba. “Esse evento do Inside Figthers League promete ser um grande revelador de talentos e tem infraestrutura para ser um dos melhores eventos do país. Eles estão contratando os melhores atletas de cada estado, os mais promissores”, disse.

Neguinho revela que apesar de ser da categoria de até 57 quilos, aceitou o desafio de disputar uma luta na categoria de 61 quilos. “Não era minha categoria, mas topei mesmo assim. Essa será minha terceira luta de MMA profissional e tenho uma derrota e uma vitória num evento com atletas internacionais e venho trabalhando, treinando bastante, agora focado no Inside”, comentou.

Entre os melhores do Brasil

O lutador de 28 anos já foi campeão brasileiro, catarinense e campeão dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) na modalidade muay thai. Ao todo já foram 33 lutas na carreira.

Ele destaca que seu objetivo é estar entre os melhores lutadores do Brasil e do mundo e com os resultados projetados até aqui, ele espera alcançar essa marca em breve.

O lutador conta que treina muay thai desde 2012 e conheceu a modalidade quando chegou a Rio do Oeste. “Comecei a treinar por esporte e em 2015 fiz minha primeira luta onde venci e me empolguei a lutar mais a arte marcial. Hoje para lutar MMA treino várias modalidades: Jiu jitsu, judô e boxe”, lembra.

Após anos apenas treinando e competindo, Ederson se apaixonou ainda mais pelo esporte e decidiu dividir seu conhecimento com outras pessoas. Hoje ele também é professor de luta para crianças e adultos. “A luta é meu trabalho sou um apaixonado pelas artes marciais. Em 2018, em Rio do Oeste passei de lutador para professor de muay thai. Atualmente dou aulas no Centro de Treinamento onde sou responsável e atendo crianças e adultos de famílias mais carentes, além das turmas particulares”, conta.