Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

projeto de pavimentação da SC-486, que liga o município de Vidal Ramos a Botuverá, precisará passar por uma revisão e adequação para que a obra, que é uma solicitação antiga da comunidade, empresários e gestores, possa finalmente ter recursos liberados por parte do Governo do Estado e ser executada.

A exigência de adequação foi apresentada numa audiência pública pelo engenheiro Sérgio Joel Nunes de Araújo, representante da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, que reforçou a importância da atualização do projeto para a viabilidade da pavimentação da rodovia.

O engenheiro Dejalma Frasson Jr, da Associação Brasileira de Cimento Portland, aproveitou o evento e falou sobre a efetividade da pavimentação em concreto que seria uma alternativa para o trecho que é utilizado por veículos pesados e citou vários exemplos de rodovias já executados. Já o engenheiro civil Jerônimo Fink fez uma explanação sobre aspectos técnicos do anteprojeto já existente.

Na audiência ficou definida a criação de um grupo de trabalho com representantes das várias categorias, para dar sequência nas tratativas, buscando a atualização do projeto, seja em parceria público privada, em tratativas com a empresa Votorantim Cimentos ou com o Governo do Estado e Associação de Municípios do Alto Vale do Itajaí.

O evento para discutir o tema foi promovido pela Prefeitura de Vidal Ramos, Câmara de Vereadores, Associação Harmonia e Conselho Comunitário e teve grande representatividade de lideranças políticas regionais, entre elas, os deputados estaduais Jerry Comper, Milton Hobus, Nazareno Martins e Paulinha, além de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e ex-prefeitos de toda a região.

Também participaram da audiência muitos empresários e representantes de associações organizadas da comunidade que destacam a importância do asfaltamento que segundo eles é fundamental para o desenvolvimento regional e uma obra estratégica para Santa Catarina. O pedido é para a pavimentação do trecho de 37 km da SC-486 que ligaria a região do Alto Vale do Itajaí ao Litoral Catarinense e poderia ser uma via alternativa à BR-470.