Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

A Secretaria de Cultura de Trombudo Central entregou nesta quarta-feira (1º) a premiação para os leitores que mais leram títulos nos últimos três meses. Essa é a segunda edição da premiação na Biblioteca Cruz & Souza e o objetivo é incentivar o hábito da leitura em três categorias, de 8 a 10 anos, de 11 a 15 anos e adulto.

Os vencedores das categorias infantis tiveram em comum o maior número de títulos, o que pode estar relacionado a uma série de fatores. Na categoria de 8 a 10 anos, a vencedora foi Júlia Lemke, com 22 livros lidos. Na categoria 11 a 15 anos, Luiz Felipe Schafer foi o vencedor, acumulando 33 obras lidas e na categoria adulto, a vencedora foi Carla Schutte, com oito títulos.

A ideia surgiu porque em razão da pandemia, a movimentação na biblioteca acabou diminuindo e poucas pessoas buscavam exemplares e então, para melhorar a visitação foram realizadas algumas ações, como a aquisição de novas coleções e livros lançados recentemente, foram mais de 60 obras compradas.

Outra iniciativa para melhorar a busca por títulos foi o lançamento da competição de leitura. A primeira premiação aconteceu em agosto e só envolveu crianças, mas a organização sentiu a necessidade de incluir adultos para valorizar também essa faixa etária. A leitora Isolde Campregher, afirma que iniciativas como essa são uma forma de valorizar também o hábito de ler para os adultos.

“Quero agradecer a equipe da Cultura e Educação que trouxeram esse projeto também para os adultos, para que se sintam mais motivados a buscar a leitura porque a leitura é uma prática muito boa e temos que saber valorizar isso”, destaca.

Nesse sentido algo que também chama a atenção na história da Biblioteca é o apoio que os adultos oferecem às crianças em relação à leitura. Vivien Erica Fronza trabalha como babá de algumas crianças. Ela conta que na casa onde mora, o espaço permite que as crianças desenvolvam diversas atividades, como piqueniques, banhos de piscina, realização dos deveres da escola e leitura. Para permitir que as crianças tenham sempre algo diferente para ler ela vai até a biblioteca em busca de novos livros.

“Eu tenho livros aqui, eles levam junto, vão na biblioteca comigo e eles escolhem. Têm livros de todos os tipos. É muito legal. Hoje em dia eles estão cada vez mais ligados em tecnologia, televisão celular e a leitura e as outras atividades são uma forma de atrair a atenção deles para outras coisas. Achei muito importante que o município tenha feito isso pela cultura também, eu como professora acho muito importante que incentivem as crianças a lerem. Vejo que a biblioteca está sempre atualizada com investimento em novos livros, acho isso importante e todos os organizadores estão de parabéns”, destaca.