Cultura
Foto: Divulgação - Boogarins se apresentará no Psicodália no Carnaval do ano que vem

O que no começo era o projeto de “gravação de quarto” de dois amigos, acabou se tornando uma das bandas brasileiras mais prestigiadas do momento. O projeto chegou aos palcos e, dentro de uma rotina extensa de shows, as apresentações ao vivo do grupo foram, naturalmente, ganhando força e beleza, marcadas por improvisos e novos ares que florescem dentro das canções e dos ouvintes. Assim nasceu, em 2012, a banda Boogarins, outra atração confirmada no Psicodália 2018, ao lado de Jorge Benjor, O Som Nosso de Cada Dia, Arrigo Barnabé e Tulipa Ruiz.

Com quatro anos de história, o grupo formado por Benke Ferraz, Dinho Almeida, Raphael Vaz e Ynaiã Benthroldo (Macaco Bong) já tem um extenso currículo de apresentações no Brasil, Estados Unidos e Europa. Além disso, ele acaba de lançar o EP “Lá vem a morte”, seu terceiro trabalho, que traz uma sobreposição de camadas e texturas sonoras inseridas em canções fortes e densas, que mesclam experiências trazidas nos dois registros anteriores. Estão ali presentes a experimentação lo-fi do primeiro trabalho, “As plantas que curam” (2013), e o mesmo carinho com grandes canções em harmonias de tons maiores de “Manual ou guia livre de dissolução dos sonhos” (2015), disco indicado ao Latin Grammy. Experimentar, reinventar, misturar e destruir é o lema do quarteto que, ao final, promove um intenso “brincar com sentimentos e sons”.

O Psicodália acontece de 9 a 14 de fevereiro, ao longo do Carnaval 2018, em Rio Negrinho, na Fazenda Evaristo, que, mais uma vez, receberá toda a infraestrutura necessária para bem acomodar os foliões psicodélicos. Para comprar o ingresso basta acessar o link disponível no site do evento www.psicodalia.com.br.

Rafael Beling