Esporte
Foto: Arthur Hoffmann/Bruno, família e autoridades

O paratleta Bruno Becker da Silva, natural da cidade de Atalanta e que compete pela Fundação Municipal de Desportos (FMD) de Rio do Sul, venceu na noite de terça-feira (28) o Troféu Guga Kuerten de Excelência no Esporte de 2017 na categoria melhor atleta paradesportivo do ano. A entrega da premiação aconteceu em Florianópolis, no Teatro Governador Pedro Ivo, envolvendo os finalistas de 15 categorias disputadas, além de autoridades, esportistas de todo o estado e o multicampeão Gustavo Kuerten.

Os vencedores foram definidos pela curadoria do Troféu, composta pela Secretaria de Estado da Cultura, Esporte e Turismo, Instituto Guga Kuerten, Tribunal de Justiça Desportiva e Fundação Catarinense do Esporte (Fesporte). Conrado Contessi, do tênis de mesa, Lucas André Ferrari, do atletismo, Pedro Rogério de Souza Silva, do karatê e Ymanitu Silva, do tênis em cadeira de rodas também concorreram com Bruno e receberam uma medalha por terem chegado à final das disputas.

Ao lado de sua família, que acompanhou a premiação, Bruno agradeceu todo o apoio, citando todos os seus parceiros e lembrando do seu técnico Alan Helbok. “Muito emocionado por esse título, depois de tantas batalhas em prol do meu esporte que é a natação. É uma honra receber um troféu dessa importância”, falou.

Quem acompanhou a cerimônia foi o prefeito de Rio do Sul, José Thomé, que destacou as conquistas e todo o esforço do paratleta para receber o maior prêmio esportivo de Santa Catarina. “Muito emocionado por estar ao lado do Bruno recebendo um troféu tão importante. Essa é a primeira grande conquista de muitas que nosso município terá, já que vamos continuar investindo no paradesporto rio-sulense”, comentou.

O superintendente da FMD, Jeberton Fermino, destacou que essa é a primeira temporada que Bruno compete por Rio do Sul, lembrando que o paratleta não tinha apoio e reconhecimento. “O Bruno já se consolidou com as melhores marcas nacionais e até mundiais, então o mínimo que precisamos fazer é reconhecer e ajudar ele no desenvolvimento da sua carreira. Em 2018 vamos ampliar o investimento, visando justamente o crescimento do nosso paradesporto”.