Política
Jorge Matias/Dav

 

A Câmara de Vereadores tem um novo horário de expediente para 2020 e o Legislativo rio-sulense passará a funcionar das 13h às 19h nas segundas-feiras e de terça a sexta-feira das 07h30 às 13h30.

 

Conforme o presidente, Cariso Giacomini, o novo expediente, além de gerar economia de energia, irá possibilitar que o Legislativo esteja mais próximo da população.

“Esse foi o pedido de diversas pessoas que anteriormente não conseguiam acompanhar as sessões por conta do horário”, afirma.

 

O presidente ainda comenta que o contato com as entidades do município também será otimizado.

“É importante que o Legislativo mantenha uma conversação constante com entidades como a Acirs e a CDL . No que diz respeito a realização de visitas e prestação de contas, o novo expediente irá facilitar bastante, já que as entidades atendem em horário comercial”, completa.

 

Escola Legislativa

 

Além da mudança de horário, o presidente diz que tem promovido outras ações na Câmara de Vereadores de Rio do Sul. Uma delas é a reativação do Escola Legislativa. O projeto prevê visitas dos parlamentares a escolas do município.

“Nós já temos o material impresso. Vamos esclarecer aos estudantes as ações da Câmara”, ressalta.

 

Gastos

 

O Legislativo de Rio do Sul teve um gasto de R$ 10.301 com diárias, hotel, ressarcimento de combustível e passagens aéreas em 2019. Conforme Cariso, o municípios foi um dos que menos gastou durante o ano em todo o Alto Vale.

“Se a gente fizer um comparativo proporcional ao número de habitantes, o Legislativo de Rio do Sul, que tem 10 vereadores, foi o que menos gastou com diárias em 2019”, acrescenta.

 

Obras da nova sede

 

Iniciada no segundo semestre de 2019, a nova estrutura que vai abrigar a Câmara de Vereadores de Rio do Sul, a União das Câmaras de Vereadores do Alto Vale do Itajaí (Ucavi) e a Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi), não deve ser finalizada em 2020. O presidente afirmou que a fase de pré-moldados, a primeira da construção, foi concluída no fim do ano passado e o acabamento que envolve a instalação elétrica e dos móveis, deve ser finalizado em 2021.

“A nova sede irá gerar uma economia ao município. O espaço que é utilizado aqui na prefeitura pela Câmara, poderá abrigar outras repartições públicas que atualmente são locadas”, finalizou.