Alto Vale

O término da campanha de vacinação contra a gripe foi prorrogado. Agora, quem integra os grupos prioritários tem até o dia nove de junho para se vacinar. Em todo o estado, 379 mil pessoas ainda não foram imunizadas, resultado bem abaixo do esperado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (Dive/SC). Na região do Alto Vale, diversas unidades de saúde estão mobilizadas para atingir a meta de imunização, e alguns postos de vacina atenderão em horários diferenciados nesta sexta-feira (26).

Em Rio do Sul, a Secretaria de Saúde ampliou o horário de atendimento da Policlínica de Referência Regional, no Centro da cidade, para as 19h. De acordo com a enfermeira da vigilância epidemiológica do Município, Rosane Gandin da Rosa, aproximadamente 13 mil pessoas foram vacinadas até a última quarta-feira (24). Segundo ela, o número de gestantes imunizadas está bem abaixo da média, são apenas 48,69%. Além disso, também há pouca procura para crianças menores de cinco anos – são 54,32% delas protegidas contra a gripe.

Existem oito postos de vacinação espalhados pela cidade, localizados na Policlínica, Estratégia de Saúde da Família (ESF) Bremer, ESF Santana, ESF Budag, ESF Barragem, ESF Canta Galo, ESF Santa Rita e na Vigilância Epidemiológica, na rua São João (apenas para adultos). Com exceção da Policlínica, onde o horário de atendimento foi estendido até às 19h, todos estes locais atenderão de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 16h30.

Em Ituporanga, o técnico em enfermagem e responsável pela sala de vacinas, Aldonei José de Melo, conta que o município está abaixo da meta de vacinação. Dados de segunda-feira (22) mostram que 5.180 pessoas foram vacinadas, o que corresponde a 76,49% dos grupos prioritários. “A gente atingiu há duas semanas a meta dos idosos, nós já estávamos segunda agora com 97%. Mas aí crianças, profissionais de saúde, gestantes e professores é que nós estamos bem abaixo da meta ainda”, conta. Entre as gestantes, por exemplo, apenas 45,8% delas foram imunizadas, número preocupante para a unidade de saúde.

Para Aldonei, a procura está baixa porque há poucos casos da doença registrados neste ano. “Esse ano como está calmo, o pessoal acaba achando que não precisa da vacina”, afirma. No entanto, é importante que todas as pessoas dos grupos prioritários sejam imunizadas. O único posto de vacinação de Ituporanga é a Unidade Sanitária Centro, que fica aberta de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h, e das 13h às 17h.

Em contrapartida, no município de Rio do Oeste 90% das pessoas que fazem parte do grupo prioritário já haviam se vacinado até terça-feira (23). O único grupo preocupante é o de crianças menores de cinco anos, onde a meta está em 81%. “A gente orienta os pais que é muito importante trazer os filhos até o posto de saúde dentro desse prazo”, explica a vacinadora Adriana Felipe. No dia de hoje, o atendimento na nova Unidade Básica irá funcionar apenas no período da manhã, das 7h30 às 12h.

 

Grupos prioritários

Fazem parte dos grupos prioritários idosos, crianças de seis meses e menores de cinco anos, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), trabalhadores de saúde, portadores de doenças crônicas ou com condições clínicas especiais, professores e indígenas.

Todos os postos de vacinação existentes no estado – tanto da rede pública, quanto da rede privada – podem ser consultados no site www.gripe.sc.gov.br. Além disso, no endereço também é possível encontrar informações sobre a doença, as formas de prevenção e os tratamentos disponíveis.

Carolina Ignaczuk


Mortes evidenciam importância de obras nas rodovias