Cidade

A campanha contra a gripe influenza (H1N1) termina dia 30 de junho mas é importante que a imunização seja feita o quanto antes, com a chegada do período de temperaturas mais baixas no ano. Em Rio do Sul, 13.821 pessoas, ou 83,19% do público-alvo estão imunizados. Para atingir 100%, serão necessárias 16.621 doses.

A Secretaria de Saúde de Rio do Sul faz um alerta já que 47,6% das crianças de seis meses a até cinco anos incompletos, um dos grupos prioritários da campanha, ainda não está imunizadas na cidade. É importante que os pais ou responsáveis procurem as unidades de saúde com sala de vacina ou a policlínica para aplicação.

O público-alvo também é composto por profissionais da educação, segurança pública, pessoas com mais de 60 anos, motoristas e cobradores de transporte coletivo, caminhoneiros, doentes crônicos, entre outros.

São ao todo 11 Unidades Básicas de Saúde com sala de vacina disponíveis nos bairros Barra do Trombudo, Barragem, Bela Aliança, Bremer, Budag, Canta Galo, Fundo Canoas, Santana, Santa Rita e Taboão, mais a Policlínica no Centro.

Os professores precisam apresentar algum documento que ateste atividade profissional. Pode ser desde o crachá do local onde trabalham ou até mesmo um contracheque. Todos os educadores têm direito, seja da educação infantil ou até universitária, além de pedagogos. É importante ter junto a carteira de vacinação para registro e é indispensável o uso de máscara para entrar nos ambientes da saúde.