Cidade
Foto: Helena Marquardt/DAV

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

O carteiro Alberto Luís Batista decidiu dar início a uma ação social de Natal para garantir presentes à crianças carentes. A Doação Voluntária de Natal 2020 consiste na arrecadação brinquedos, materiais escolares, produtos de higiene pessoal, alimentos e guloseimas para produção de cestas para cerca de 200 crianças de Rio do Sul.

“Eu ajudo várias famílias carentes de Rio do Sul há vários anos e este ano decidi fazer diferente. Ir atrás de algo que elas não ganham, são produtos de higiene pessoal, sabonete, creme dental e escovas de dente. Se você for no mercado isso sempre tem um custo alto, a comida a gente doa também, mas eu gostaria de focar especialmente nos produtos de higiene pessoal principalmente para crianças, xampu, pasta de dente, perfume e desodorante. Elas ficam felizes em receber porque eu e minha esposa já fizemos algumas doações este ano e vimos isso”, comenta.

Alberto, que até o ano passado trabalhava com as cartinhas de natal explica que a ideia de fazer cestas com produtos de higiene pessoal, guloseimas e outros itens surgiu a partir de uma pesquisa que ele mesmo fez. “Eu fiz uma pesquisa para saber e cerca de 70 % das pessoas falaram que seria difícil adotar a cartinha este ano, então não vou pegar para não criar expectativas e a partir do momento que a criança escreve, ela cria expectativa. Com a pandemia, as empresas cortando custos, salários reduzidos, isso não vai ser possível. Todos vão precisar se ajudar”, afirma.

Ele diz ainda que fez um levantamento para descobrir quantas pessoas realmente precisavam e conta que já conseguiu voluntários e alguns produtos para as cestinhas. Além disso, as pessoas que puderem contribuir com brinquedos também são bem-vindas ao grupo. “Quem quiser ajudar pode doar também brinquedos, porque as famílias têm em torno de quatro a 11 pessoas, já fiz um levantamento em um determinado bairro e o número de crianças chega a 200”, esclarece.

Para doar e participar da Doação Voluntária de Natal basta entrar e contato pelo whatsapp no número (47) 99910-4637. Alberto explica que existe um grupo e que neste grupo ele prestará conta de tudo o que for doado e que não aceita dinheiro como doação. “Não aceito dinheiro, é melhor que a pessoa faça um vale, ou compre os produtos e entregue. Não aceito ninguém usar meu nome para pedir dinheiro porque já aconteceu de usarem o meu nome na cidade. Quem quiser doar, a gente presta contas”, avisa.

Papai Noel dos Correios

Em anos anteriores, Alberto trabalhava em uma ação realizada pelos Correios e conforme informações repassadas pela assessoria de imprensa dos Correios de Santa Catarina, a campanha “Papai Noel dos Correios” terá algumas mudanças este ano. O lançamento está previsto ainda para este mês de novembro e todas as informações estarão disponíveis, em breve, no blog da campanha.