Política

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

A candidata a vice-prefeita da Coligação Um novo Tempo para Rio do Sul, Albina Peron Goetten de Lima, mais conhecida como Lela Peron (PP), teve sua candidatura indeferida pela justiça eleitoral. A decisão, publicada nesta segunda-feira (19) foi do juiz Fernando Rodrigo Buzarello da 26ª Zona Eleitoral.

Com a sentença, o candidato a prefeito Coronel Tonet, do PSL, deve apresentar recurso junto ao Tribunal Regional Eleitoral ou substituir o candidato  a vice-prefeito. Caso contrário  poderá ter sua chapa indeferida.

Na sentença o magistrado alega que a candidata deixou de apresentar os documentos exigidos pela legislação eleitoral. Como ela não se manifestou, o Ministério Público Eleitoral se manifestou pela reiteração do pedido de juntada de documentos, sob pena de indeferimento da candidatura.  Lela teria inclusive sido intimada para regularizar sua situação, o que não teria ocorrido no prazo determinado. “Entendo portanto que não é possível oportunizar novo prazo à candidata”, alegou o juiz.

Procurada, a coligação se manifestou através do seu coordenador jurídico Willian Ledra, que informou que todos foram pegos de surpresa, mas adiantou que eles devem recorrer da decisão já que segundo ele todos os documentos exigidos haviam sido protocolados. “Essa decisão do juiz pelo indeferimento da candidatura da vice nos pegou de surpresa, mas estamos muito tranquilos. Todos os documentos necessários foram encaminhados. O juiz pede comprovante de escolaridade, mas a própria CNH serve como comprovante de escolaridade, tanto é que quase todos os candidatos utilizaram a carteira de motorista como comprovante”, alegou.

Ele disse ainda que os documentos estão cadastrados no sistema da Justiça Eleitoral.  “Isso é que nos causa estranheza. Aqui a campanha continua e está tudo certo. Vamos entrar com recurso mostrando isso, que estamos com tudo em dia. Temos conversa, provas de conversas com a justiça eleitoral que nos disse que eles estavam com um problema no sistema então estamos bem tranquilos em relação a isso”, finaliza.