Alto Vale
Foto: Claudinei Roberton da Silva/DAV

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Na tarde dessa quinta-feira (13), o governador do estado de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva esteve em Ibirama para anunciar importantes conquistas para a cidade e região do Alto Vale. Entre as novidades anunciadas estão a Ordem de Serviço para construção de quartel da Polícia Militar em Ibirama, viaturas para a PM e leitos e respiradores de UTI para o Hospital Dr. Waldomiro Colautti. O governador ainda falou sobre o pedido de derrubada do veto e participou da inauguração da estação de tratamento de esgoto no valor de R$16 milhões.

Carlos Moisés veio acompanhado do comandante-geral da Polícia Militar do Estado de Santa Catarina, Dionei Tonet que faz a entrega oficial das 11 viaturas. Na ocasião ele disse que a PM está investindo em todas as cidades através de efetivo nas pequenas comunidades e equipamentos. “Importante porque a segurança pública se faz com homens, mulheres, mas também com equipamentos e melhores condições de trabalho. Esses veículos estão adaptados para terrenos mais íngremes, acidentados, já vem completo com tudo o que a PM precisa no patrulhamento das vias. O governo vai continuar essas aquisições e são mais de 200 viaturas adquiridas neste padrão SUV, e o governo vai continuar o investimento até a montante de R$347 milhões em equipamentos, fuzis, armamentos, viaturas, EPIs, para que a gente possa impulsionar tanto o Instituto Geral de Perícias (IGP), quanto a Polícia Militar, a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina. Nesse pacote também envolve as mais de 30 unidades dos Corpos de Bombeiros Voluntários do Estado, uma decisão do governo de investir em segurança pública e isso vai fazer a diferença no modo de vida dos catarinenses e manter o estado como o estado mais seguro do Brasil, o mais bonito, o melhor para se viver e trabalhar. Não é financiamento, são recursos próprios”, esclarece Moisés.

Para o prefeito de Ibirama, Adriano Poffo as conquistas anunciadas são uma resposta aos impostos pagos pelos cidadãos na expectativa de uma melhor qualidade de vida em relação à segurança e saúde. “Continuamos na luta por uma cidade e uma região melhor. Sabemos das dificuldades, das críticas referentes algumas decisões, mas sabemos mais ainda, que o trabalho vale a pena. Precisamos ter pulso firme e tomar decisões que venham contribuir com a qualidade de vida do cidadão. Hoje Ibirama está recebendo uma viatura para a Polícia Militar, bem como, está sendo entregue a Estação de Tratamento de Esgoto. Uma das poucas cidades do Brasil que terá 40% do esgoto urbano tratado. Sabemos que tudo isso é fruto dos impostos pagos pelo cidadão, contudo, cabe a nós representantes políticos buscar esses recursos para a nossa cidade e a nossa região”, avalia.

O governador comentou a entrega e parabenizou a Casan pelas obras em todo o estado. “O governo investe nessas obras porque sabemos que isso é saúde para os catarinenses é preservar o meio ambiente e respeito às futuras gerações”, avalia.

O deputado estadual Jerry Comper (MDB) acompanhou a visita e destaca a alegria em ver a região onde nasceu estar sendo lembrada. “Uma alegria poder estar recebendo nessa quinta-feira, o governador do estado na nossa querida cidade de Ibirama. Uma das ações foi a inauguração da estação de tratamento de esgoto da Casan, um investimento de aproximadamente R$16 milhões. Também junto com o comandante da Polícia Militar do Estado, a entrega de 13 viaturas novas a fim de dar mais segurança para a população”.

Outro assunto abordado durante a visita foi a Saúde, a ampliação dos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital Dr. Waldomiro Colautti, em Ibirama. Carlos Moisés afirmou que enquanto os novos leitos não forem habilitados pelo Ministério da Saúde, o Estado vai arcar com as despesas e que após, os leitos devem ser mantidos, a fim de acelerar a realização de procedimentos cirúrgicos eletivos. “A ampliação dos leitos, chegando a 30 leitos em Ibirama mostra que a demanda existe, porque parte deles está sendo utilizado e nós vamos discutir agora com a Secretaria para que fiquem permanentemente abertos. Vamos habilitá-los no Ministério da Saúde, enquanto não for habilitado, o Estado vai garantir o pagamento dos leitos de UTI com recursos próprios dos catarinenses para o hospital”.

Por fim, o governador comentou o pedido de derrubada do veto sobre a proposta de destinação de recursos estaduais para obras em rodovias federais. Segundo ele, o assunto está pautado e semana que vem os parlamentares já devem apresentar um posicionamento. “Entendemos que o veto não é adequado, sabemos que a rodovia é federal, mas quem anda nela são os catarinenses e por isso pedimos o apoio para derrubada do veto. Acredito que na semana que vem já tenhamos o resultado. Uma vez feito isso vamos conversar com o Governo Federal para que o investimento seja feito em obras e não em outras situações, como desapropriações, que não vão resultar no andamento. Queremos que a obra acelere com esse valor de R$350 milhões esse ano e temos orçamento de cerca de R$400 milhões para investir no ano que vem em outras rodovias”, comenta. Sobre as rodovias alternativas, ele afirmou que pretende transferir recursos para consórcios municipais. Dessa forma a execução das obras ficará por conta dos municípios e desafogará as rodovias federais.