Alto Vale
Foto: Divulgação

A Vigilância Sanitária de Presidente Getúlio informou que os manipuladores de alimentos que solicitaram a carteira emitida pela Prefeitura, devem ir até o setor para retirar o documento. Desde novembro do ano passado, cerca de 80 carteiras solicitadas não foram buscadas.

A carteira é um dos requisitos para posterior emissão de alvará sanitário para estabelecimentos que comercializam alimentos. Sem o documento, açougues, restaurantes, padarias, lanchonetes e similares, ficam impossibilitados de receber o alvará, e consequentemente, praticar as atividades.
Para emissão da carteira, é necessário realizar quatro tipos de exames. Eles apontam a presença de micoses, vermes e anormalidades no sangue.

Reginaldo Santos, coordenador da Saúde do Trabalhador, ressalta que estes exames têm custos para o Município. “A Secretaria de Saúde possui uma cota mensal com os laboratórios, e as pessoas que solicitaram exames e não buscam o resultado, acabam tirando a vez de outras que talvez pudessem precisar com mais urgência”, explica.

A secretária de Saúde, Iara Possamai, reforça que o objetivo desses exames é garantir a saúde dos consumidores e dos trabalhadores. “Outras doenças poderão ser observadas nos exames. Aí, a pessoa é imediatamente encaminhada ao médico para início do tratamento”, observa.