Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

A covid-19, desde o surgimento, já causou milhares de mortes em todo o mundo e também acometeu de forma grave muitas pessoas. Em Ituporanga, um jovem casal está internado na UTI do Hospital Bom Jesus há mais de 15 dias e uma campanha de arrecadação de dinheiro foi lançada para quitar dívidas mensais.

Marcos Bruno de Brando perdeu a mãe há cerca de dois anos. Desde então, ele ficou responsável pela criação de três irmãos mais novos. Ele era a única fonte de renda da casa, já que a esposa não podia trabalhar fora para cuidar das crianças. Agora, elas estão sob o cuidado da sogra de Marcos, mas a casa onde eles moram e dívidas extras precisam ser quitadas.

Para conseguir manter as contas em dia, os colegas de trabalho de Marcos, no Supermercado Hinghaus, estão realizando uma ação em prol dele e da esposa que estão entubados em estado grave. Para ajudar basta ir até um ponto de coleta, no supermercado e doar a quantia desejada ou fazer um Pix através da chave 47996050730, em nome de Adilson Hinghaus. Lembrando que a contribuição é espontânea e que qualquer valor é importante para a família.

De acordo com Zenaide Hinghaus, que é uma das proprietárias do estabelecimento, Marcos é um funcionário exemplar e merece receber apoio neste momento difícil. “Ele trabalha conosco há quase 10 anos, um menino bom, de caráter único. A gente está fazendo essa campanha para ajudar com as despesas de energia, água, aluguel. Agora a sogra dele está cuidando das crianças, mas ela também tem problemas em uma das pernas e não tem condições de assumir tudo sozinha e as crianças precisam de ajuda, a alimentação nós estamos doando tudo o que precisam, mas as contas extras a gente também precisa ajudá-los e por isso a campanha”, explica.

A colega de trabalho, Sonia Suzin, conta que Marcos tem a guarda da irmã de nove anos, do irmão de 11 e o mais velho de 14 que teria sido diagnosticado com autismo. “O Marquinhos tomava conta da casa. Trabalhava no mercado durante o dia e à noite fazia entregas de lanches e pizzas com a moto para dar conta de sustentar os irmãos. Ele pegou covid, a esposa também e foi internada uma semana depois dele.O mercado resolveu ajudar com alimentos para eles e a campanha é só para arrecadar dinheiro para os custos mensais que ele tem para morar, contas fixas e até o financiamento da moto que usa para trabalhar. Ainda têm as despesas da UTI, como fraldas, por exemplo”, esclarece.

Ela comenta que também estão pensando em quando ele sair do hospital, o período de recuperação. “Além disso, vai ter o pós, despesas de medicamentos, se precisarem de fisioterapia vão ter que fazer, tanto ele quanto ela e esses gastos são necessários porque pelo SUS não consegue e nisso que a gente pensou”, completa.

Ela destaca ainda que é uma ação do supermercado e que as pessoas precisam ter cuidado com falsas chaves PIX que podem ser repassadas na internet. “Acontece de pessoas estarem aproveitando disso. Fizemos umas caixinhas no supermercado e as pessoas podem estar checando os pontos de coleta ligando no supermercado ou repassando o dinheiro através do PIX disponibilizado pelo mercado, onde o dinheiro vai para uma conta criada apenas para essa situação”, completa.