Cidade
Foto: Divulgação

Reportagem Rafaela Correa/DAV

O sistema de esgoto, no município de Rio do Sul está sendo feito no bairro Canta Galo. A Casan informou que o início da operação do sistema está próximo e que informações como valores e funcionamento devem ser compartilhadas através do projeto socioambiental, com visitas aos imóveis que serão atendidos e diálogo com a comunidade.

Uma das dúvidas que mais aparecem são em relação ao valor do serviço. ‘Há, por exemplo, dúvidas recorrentes sobre o pagamento desse serviço. Os moradores perguntam se é necessário pagar o esgoto se já têm custos com impostos. A Companhia esclarece que os imóveis contarão com um novo serviço, e por esse motivo é realizado o faturamento”, diz texto enviado pela Casan.

O chefe da agência local da Companhia, André Zagheni, ainda explica que com o esgoto vai acontecer o mesmo que acontece com o lixo, ou seja, a Casan vai retirar dos imóveis, tratar e devolver à natureza. “São serviços que têm um custo e precisam ser cobrados”.

Em relação aos valores, a Casan explica que a cobrança será da mesma forma que ocorre em todos os outros municípios integrados ao Sistema Casan. A unidade deverá pagar o correspondente ao consumo da água. Se a conta for de R$50,00 para água, com os serviços de coleta e tratamento de esgoto será cobrado taxa de R$100,00, por exemplo.
Tarifa Social

Para as famílias com vulnerabilidade econômica, que não podem pagar de forma integral pelo serviço, a Casan disponibiliza a conta com Tarifa Social, que oferece um abatimento de 80% na taxa por serviços de água e esgoto.
Para isso será necessária a comprovação de renda de até dois salários mínimos e apresentar inscrição no Cadastro Único do Governo Federal, que também foi utilizado para receber auxílio emergencial durante a pandemia.
Para conferir o processo de requerimento e documentos necessários, basta acessar o site da Casan.