Cidade
Foto: Divulgação

O mês de março teve uma queda de 91% no número de novos casos positivos de Covid-19 em Rio do Sul em relação a fevereiro. A redução também foi sentida no principal local de atendimento de pessoas com sintomas da doença, com 38,9% menos pacientes indo até o Centro de Triagem na Tenda da UPA 24h, também comparando a fevereiro.

A média de triagens diárias na tenda caiu de 108 para 56 de fevereiro para março, incluindo nos finais de semana. É bem menos do que o ápice de atendimento em janeiro, com 196 por dia, mas ainda relevante para concentrar o atendimento naquele local. “Manteremos o serviço em funcionamento pelo menos enquanto avaliarmos que novas ondas podem surgir em situações diversas, como feriados ou grandes eventos previstos para abril”, explica a secretária de Saúde, Roberta Hochleitner.

Sem a exigência de máscara ao ar livre ou em locais fechados, ou sem restrição para capacidade para eventos, os serviços públicos e privados estão em pleno funcionamento. Ao mesmo tempo, o número de casos diários sendo reduzidos e sem pessoas internadas com a doença, justificam as decisões tomadas pela prefeitura de Rio do Sul e o governo do Estado. Mas o médico da Secretaria de Saúde, Ricardo Ribeiro, comenta que a população precisa continuar a procurar os serviços de saúde em caso de suspeita da doença e continuar com algumas práticas para evitar uma “nova onda”.

“É importante a conscientização de todos que a doença continua existindo, mesmo com a redução das restrições. Recomendamos ainda que a limpeza das mãos continue sendo feita de forma frequente, que se utilize a etiqueta da tosse ou espirro, assim como o uso de máscara em situações que a pessoa esteja com suspeita da doença. E que a população continue procurando os locais de vacinação e realizando a imunização de acordo com o calendário”, comentou.