Esporte
Foto: Divulgação.

Com o sucesso da 1ª Cavalgada da Solidariedade, que reuniu em torno de 300 cavaleiros, a Renal Vida de Rio do Sul realiza neste sábado (6) em Trombudo Central a segunda edição do evento que visa arrecadar fundos para a entidade.

O início da cavalgada será no Pavilhão de Eventos e deve reunir mais de 400 participantes. A ideia da Associação Renal Vida é fazer o evento anualmente em todos os municípios da região.

“Precisamos do apoio de todos os municípios e do auxílio de cada um”, afirma o médico e organizador do evento Leontino Ribeiro Neto.

Ele explica que o objetivo é arrecadar dinheiro para custeio e reserva para futura ampliação da Associação Renal Vida, que segundo o médico já está se preparando para uma mudança nos próximos anos.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Programação da Cavalgada

A partir das 6h30 da manhã será servido um delicioso café da manhã gratuito para os participantes.

A cavalgada inicia às 8h30 e terá um percurso de 15 quilômetros, e depois de se aventurar pelo percurso, os cavaleiros podem almoçar no Pavilhão de Eventos. O almoço custa R$25 por pessoa.

Sorteio de brindes e a rifa

Como o intuito do evento é o custeio e arrecadação de fundos para a Associação Renal Vida a organização fez uma rifa com a premiação de um potro crioulo já registrado, oferecido pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos do Alto Vale do Itajaí Catarinense.

Quem quiser pode contribuir com a rifa, no valor de R$ 1 o bilhete, ou ainda comprar o bloco todo com 21 números no valor de R$20.

E além do prêmio da rifa, os cavaleiros concorrem a R$ 5mil em dinheiro, brindes e uma ovelha para a maior equipe uniformizada.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

O médico comenta ainda que outra forma de ajudar a entidade e os pacientes é se tornando doador de órgãos e que a região tem índices positivos nesse sentido.

“Só este ano, até o momento, 20 pacientes que faziam hemodiálise na região do Alto Vale foram transplantados, o que mostra que Santa Catarina é campeã em doações de órgãos por milhão de habitantes. É um orgulho para gente e para Santa Catarina”, destaca Leontino.

Jéssica Sens

Veja também as últimas atualizações: