Cidade
Foto: Divulgação

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

Há pouco mais de um ano, o governador Carlos Moisés da Silva esteve em Rio do Sul anunciando o envio de recursos para a ampliação do Centro de Inovação que já tem nome e endereço, um prédio onde também funciona a Associação Empresarial (Acirs), porém mesmo após todo esse período a obra física na estrutura ainda não é uma realidade.

O professor universitário, Charles Hasse, que integra a comissão para implantação do Centro de Inovação na capital do Alto Vale, comenta que a maioria dos projetos já foram encaminhados ao Governo e que neste momento o Estado ainda trabalha na análise dos documentos para depois lançar os editais e iniciar as obras. O investimento para ampliação da estrutura física deve chegar aos R$ 5 milhões.

“O montante inicial era de R$ 2,4 milhões, mas a partir de visitas técnicas da equipe o projeto foi sofrendo alterações para atender a demanda das especificações técnicas colocadas por esse conjunto de profissionais que veio visitar o espaço e aí já foram inseridos todos os outros itens necessários ao funcionamento da obra. Nos outros Centros de Inovação o pessoal não tinha dimensionado mobiliário, ar-condicionado, rede logística, mas o nosso projeto já contempla todos os itens”, esclarece.

Ele comenta que mesmo com todos os itens inclusos, o valor do metro construído ainda é menor se comparado aos outros projetos já executados pelo Governo do Estado. “O Estado nos repassou que vai encaminhar todo esse recurso, porque não temos como executar, já que a contrapartida da entidade é a disponibilização da área física, mas os valores estariam garantidos e esperamos que os editais sejam lançados nas próximas semanas. Depois ainda haverão outras etapas, mas buscamos ter um desfecho positivo ainda este ano”, ressalta.

O professor esclarece no entanto, que mesmo sem a ampliação o ecossistema de inovação já está funcionando. “Ele está funcionando, os atores estão envolvidos e a cada momento a gente percebe novas possibilidades de ampliação e inserção de mais pessoas e entidades nesse ecossistema”, conclui.

Espaço foi inaugurado em agosto de 2019

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, esteve na região em agosto do ano passado para inaugurar o Bloco da saúde e anunciar recursos para Centro de Inovação Norberto Frahm. Na época, disse que a proposta era consolidar, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, um repasse de R$ 2,4 milhões para implantação do projeto em Rio do Sul.
Na época Carlos Moisés firmou compromisso com as lideranças para impulsionar o Centro de Inovação da cidade. A garantia, para incentivar o ecossistema tecnológico e de inovação, foi dada durante um ato solene no local onde ele falou da importância do empreendedorismo o desenvolvimento do estado e da região.