Alto Vale
Foto: imagem projeto

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

O município de Chapadão do Lageado poderá contar em breve com um novo espaço para abrigar a creche escolar do município. É que está aberto o processo licitatório para contratação da empresa que vai executar o projeto. Fruto de emenda parlamentar, a obra beneficiará toda a cidade e deve gerar economia ao município, já que atualmente os alunos da Unidade de Educação Infantil Maria Fuck Kreusch se encontram em uma sala locada.
A data de abertura dos envelopes está marcada para o dia 5 de novembro, às 8h30min, na Divisão de Compras, Contratos e Licitações, localizada no Paço Municipal, na Rua Allan Regis Inácio. De acordo com a Administração do município, a creche terá 668,30m², e será construída na Rua Erinete de Souza Machado, na área central. O valor da obra é de quase R$400 mil.

De acordo com o engenheiro civil da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi) Walter Dalpiaz Junior, o projeto tem capacidade de atendimento de até 120 crianças, em dois turnos (matutino e vespertino), ou 60 crianças em período integral. Ele conta ainda que o projeto é padrão do Fundo Nacional de Desenvolvimento de Educação (FNDE) e que refez o projeto estrutural da obra.

Segundo o engenheiro, a estrutura vai contar com cinco salas de aula com banheiros, sala dos professores, administração, pátio coberto, cozinha, refeitório, despensa, almoxarifado, lactário, lavanderia e banheiros acessíveis para adultos e crianças, além de uma área externa ampla para recreações.

Além disso, ele revela que na primeira etapa a licitação deve contemplar fundações profundas, infraestrutura e supra estrutura.
A obra é um anseio antigo da população. De acordo com o edital, o valor da proposta não poderá ultrapassar o preço global que é de R$ 397.143,43. O prazo de execução das obras é de 90 dias após recebimento da Ordem de serviço.

Para a auxiliar de serviços gerais, Zuleide Diel, a obra é um passo importante. “Eu tenho um filho de seis anos e ele chegou a ir na creche alugada. Lá o espaço é bom, mas é alugado e querendo ou não isso dá muito gasto para a cidade, se der certo e ficar pronto rápido vai ser muito bom porque o município economiza e o lugar vai ser maior também”, opina.

Segundo Denúzia Hindemann, que é servidora, a construção é necessária. Ela conta que tem três filhos e que para ela os serviços oferecidos são muito importantes. “Dois já estão na escola e um ainda vai na creche. Ainda bem que posso levar para a creche, não agora porque estamos em plena pandemia, mas a minha mãe já é uma senhora de idade e é difícil para ela ficar com eles. Com a creche eu vou ficar mais tranquila em saber que estão em um lugar confortável e amplo, porque parece que vai ser bem grande”, finaliza.