Sem categoria

Desde o início da semana, filmes premiados estão sendo exibidos gratuitamente em Rio do Sul. É o Circuito FAM de Cinema, que acontece entre os dias 20 e 25 de maio, e passará por 20 unidades do Serviço Social do Comércio (Sesc) de Santa Catarina. “Esses filmes, curtas e documentários são os vencedores do 20º Florianópolis Audiovisual Mercosul”, explicou Sidineia Kopp, representante do Sesc Rio do Sul.

As exibições ocorrem na Sala de Cinema do Sesc e têm entrada gratuita. O Circuito é realizado desde 2005, e na edição de 2016 passou por 23 cidades, reunindo público de mais de sete mil pessoas em 165 sessões abertas e gratuitas. Segundo Sidineia, o intenção é fazer a ponte entre as produções e o público sem custo. “O objetivo é democratizar as produções de cinema para todo o público, sempre com entrada gratuita. Atendendo sempre a demanda que a gente tem, valorizando as produções no estado e poder possibilitar essas exibições para os catarinenses”, afirmou.

Neste ano, a programação chega a 28 cidades de todas as regiões de Santa Catarina em 40 pontos em mais de 200 exibições, em cineclubes, universidades, fundações culturais, museus e unidades do Sesc. Em Rio do Sul, o Circuito recebeu visitas escolares na primeira sessão do evento.

Agora a organização espera que o público adulto vá prestigiar também. “A gente espera que essas outras sessões recebam, além de público escolar, o público espontâneo”, resumiu Sidineia.

O Circuito FAM de Cinema 2017 está dividido em cinco programas diferentes com os filmes eleitos pelo Júri Oficial e Popular no FAM do ano passado, inclui 11 curtas e dois longas-metragens, com programação adulto e infanto-juvenil. A primeira exibição, que abriu o evento no fim de semana, foi do filme “5 x Chico, o Velho e sua gente”, que eleito o Melhor Documentário.

 

Programação

Na Sessão 4, que pode ser assistida hoje, às 14h30, três filmes com classificação indicativa de 12 anos, serão exibidos. Eles estão entre os vencedores da Mostra Curtas Mercosul e Catarinense. “Chacal – Palavra Filme”, de Piu Gomes, apresenta o poeta em seu próprio estilo. Os perigos ao meio ambiente estão retratados em “Castillo y el armado”, Pedro Harres, e “Deserto verde”, de Juliana Kroeger, este último uma produção catarinense. Uma luz de equilíbrio nos dá esperança em “Jasy Porã”, de Pavel Tavares. A duração é 90 minutos.

Já na Sessão 5, marcada para a quinta-feira, às 9h, é a vez do O grande premiado do FAM 20 anos e de diversos Festivais “Rosinha”, de Gui Campos, que conta a história de amor que já chegou a terceira idade. Também será exibido uma comédia com “D.E.U.S”, de Rafael Costa, muita cultura de comunidades nativas em “Las musas de pogue”, de Germán Arango e “Buracão”, de Teka Simon e Camila Oliveira, que tem classificação indicativa de 14 anos e duração de 80 minutos. A programação completa está disponível no www.famdetodos.com.br.

Suellen Venturini