Cidade

“É no inverno que se constrói o corpo para se exibir no verão”. Essa frase transmite um importante significado para as pessoas que se esforçam e batalham em busca de saúde e de um corpo mais definido. Apesar dos dias um pouco mais frios, homens e mulheres, de todas as idades, mesmo na estação mais gelada do ano levantam cedo ou vão à luta após a estressante rotina de trabalho, estudos e no lar. Tudo isso, para obter como recompensa a longevidade e qualidade de vida.

Alguns escolhem a caminhada ou a corrida, outros praticam esportes coletivos, como Futebol, ou então a musculação na academia tradicional. Mas, se você é uma daquelas pessoas que prefere uma atividade física mais agitada e em espaços alternativos, o Circuito Funcional é um meio interessante de se ganhar resistência, fortalecer a musculatura e, ainda, queimar muitas calorias.

O estilo mais ativo e com obstáculos divertidos chama atenção nessa modalidade de exercício, atraindo pessoas de perfis diferentes para a sua prática. O instrutor de Circuito Funcional da Arena Duda, Eduardo Roberto de S. Freitas, o Duda, conta porque esta atividade já conquistou tantos adeptos na Capital do Alto Vale e segue fazendo a cabeça e o corpo dos atletas e aspirantes.

“A primeira questão é o clima mais descontraído, geralmente em locais abertos como fazemos aqui. Em segundo lugar é comprovado por artigos e estudos que o resultado, principalmente para perda de peso, é de oito vezes mais efetivo que academia. O próprio nome já diz que trabalhamos de uma forma mais funcional, sem isolar grupos musculares, por isso acredito que atraia tantos adeptos”, observa o instrutor.

A aluna da modalidade de Treinamento Funcional da Arena Duda, Elis Vitorino, diz que se encantou pelo método aplicado no treino há um ano e meio, e que isso inclusive despertou seu interesse por outros tipos de atividade física. “Eu estava parada, aqui adquiri resistência, me tornei adepta da corrida, me dediquei à saúde aliada a boa alimentação. Você acaba se tornando tolerante as dores, e penso que não posso desistir”, conta a praticante.

A intensidade dos movimentos não deixa nada a desejar aos realizados nas academias de musculação tradicionais e pode ser indicado para crianças e idosos, como pontua Duda. “Os movimentos são para fortalecimento, para criar resistência física e perder peso, onde não há carga excessiva nos trabalhos. A ideia do funcional é a tonificação muscular, para definição do corpo, por isso os praticantes atingem um resultado muito bom”, afirma.

Outras finalidades deste tipo de treinamento são para parte postural, recuperação de lesões, pós-operatório, após a fisioterapia, e ainda para combater estresse e depressão, pois o círculo de atividades envolve a interação com outros alunos. Procure sempre recomendação médica antes de praticar esportes e também a orientação de um profissional qualificado.

Airton Ramos