Alto Vale
Foto: Adriano Gava/DAV

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

O Alto Vale do Itajaí é uma das quatro regiões do estado, que segundo o novo Mapa de Risco do Centro de Operações de Emergências em Saúde (Coes) divulgado nesta quinta-feira (15) está na cor amarela, ou seja, o risco de contaminação passou de Grave para Alto, uma melhora significativa que permite a liberação de diversas atividades.

De acordo com a Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi) com a nova classificação academias de ginástica, musculação, crossfit, funcionais, estúdios de danças, escolas de natação, hidroginástica, hidroterapia, academias de luta e áreas afins podem passar a atender com 70% da capacidade. Antes o máximo permitido era de 50%.

Outra mudança diz respeito a cinemas e teatros que podem voltar a atender com 50% da capacidade. Já eventos como feiras e exposições podem ser retomados na região com 40% da capacidade, o que até então estava proibido. Essa limitação de público também vale para congressos, palestras e seminários.

A nova classificação no Alto Vale também permite a realização de eventos sociais como casamentos, aniversários, jantares, confraternizações, bodas, formaturas, batizados, festas infantis e afins com 40% da capacidade.

Igrejas e templos religiosos também tiveram sua capacidade máxima alterada de 50% para 70%. Agora os parques aquáticos também poderão abrir as portas e atender com capacidade máxima de 50%.

No comércio a principal mudança é para lojas de vestuário que podem voltar a oferecer provas de roupas, o que na cor laranja estava suspenso.
No setor de ensino as aulas presenciais nas unidades das redes pública e privada de ensino, municipal, estadual e federal, relacionadas à educação infantil, ensino fundamental, nível médio, educação de jovens e adultos (EJA) estão permitidas seguindo normas de distanciamento e higiene. Já para as aulas de cursos superior e de pós-graduação a cor amarela permite o retorno presencial com 50% da capacidade.

Bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias, cafeterias, confeitarias, padarias, casas de chá, tabacarias, adegas, foodpark e demais atividades correlatas podem funcionar seguindo as orientações que já estavam vigorando.

O que segue proibido?

De acordo com a nova classificação, o funcionamento de casas noturnas, boates, pubs, casas de shows e afins segue suspenso conforme a Portaria SES nº 744 de 24/09/2020 que libera esses estabelecimentos apenas em risco moderado, ou seja, quando a região estiver na cor azul.
O presidente da Amavi, prefeito Joel Longen, diz que ficou contente coma evolução já que agora podem ser liberadas mais algumas atividades. “É um trabalho de todos os secretários da saúde, prefeitos e da colaboração da população ajudando. Nossa saúde dos 28 municípios fez muito para que conseguíssemos voltar para a cor amarela e a luta vai continuar para que a gente possa melhorar ainda mais e não sejamos mais classificados como vermelho”, falou.

Apesar da liberação das aulas presenciais, na rede pública, o presidente revela que o consenso dos municípios foi continuar nesse momento com atividades online. “Nós dos 28 municípios tomamos a decisão de que a princípio com essas regras não estaríamos voltando”, conclui.