Sem categoria
FOTO: Arquivo/DAV

Após diversas denúncias de estabelecimentos comerciais que estão atendendo o público mesmo após a proibição pelo decreto do Governo do Estado, como é o caso de alguns bares, o comandante da Polícia Militar no Alto Vale, Renato Abreu, pediu que a população denuncie  as irregularidades para que as forças de segurança façam a fiscalização.

Em um vídeo enviado a reportagem do Diário do Alto Vale, ele comentou que o decreto 515 estabelece que só abram neste momento estabelecimentos que comercializam produtos essenciais como supermercados, farmácias, padarias, açougues e agropecuárias. “Contamos com a colaboração dos demais comerciantes. É um momento de exceção e que todos tem que dar sua contribuição e a da população é permanecer em sua residência para que não haja aglomeração, tanto em locais públicos quantos privados”, disse.

Se algum comerciante, que não se enquadra na venda de itens essenciais, estiver atendendo,  o pedido é de que os moradores façam denúncias para a PM.  “Pedimos que você denuncie qualquer tipo de situação que fuja a essa regra porque cada cidadão é responsável pelo grupo ao seu redor” , completou Abreu.

Ele declarou ainda que essa consciência sobre a importância do isolamento social é essencial para que o Alto Vale continue enfrentando a doença de forma positiva, sem casos confirmados ate o momento. “E para isso contem com a Polícia Militar”.