Sem categoria

Reportagem: Helena Marquardt/DAV 

Enquanto milhares de brasileiros lutam para colocar comida na mesa em meio às dificuldades causadas pela pandemia, um flagrante de desperdício feito em Apiúna causou revolta nas redes sociais. Moradores em situação de rua teriam ganhado sacolas cheias de alimentos e jogado fora num terreno no Centro da cidade.
O técnico em manutenção Moacir Luiz Benevenuti foi quem fotografou os alimentos e postou em uma rede social. As imagens, que tiveram dezenas de compartilhamentos e comentários, mostram alguns alimentos perecíveis como banana, mas também outros que ainda estavam fechados e dentro da validade como bolachas em pacote e outros itens. Moacir afirma que os homens teriam ido embora e deixado os alimentos jogados no chão.
Ele comenta, ainda, que mora próximo ao local onde os alimentos foram deixados e viu moradores em situação de rua por alguns dias nesse ponto. Depois eles teriam ido embora e deixado as doações abandonadas. “Acho uma falta de respeito com quem doou os alimentos. Alguém comprou e talvez teriam outras pessoas necessitando ao invés deles deixarem ali. Se não queriam deviam dizer: nós já temos que chega e não aceitar e depois jogar fora”, opinou.
Moacir questionou ainda que a maioria dos alimentos não era perecível e eles poderiam ser consumidos ao longo de vários dias onde quer que os moradores em situação de rua fossem. “Acho que alguém vai doar de novo e vão fazer a mesma coisa”, questiona.
O caso aconteceu na Rua Manaus, bem no Centro da cidade e de acordo com o técnico em manutenção os homens que estavam vivendo nesse terreno não são moradores da cidade, apenas estavam de passagem.
Um dos internautas comentou que quem quiser ajudar alguém poderia fazer de outra forma para evitar desperdício. “Há outras formas de ajudar. Além de estragar deixam o lixo jogado. Quer ajudar alguém, faça uma cesta básica e entrega para uma família que realmente precisa aqui dentro do nosso município”, opinou.