Alto Vale
Foto: Divulgação Câmara de Vereadores

Foi anulada nesta segunda-feira (15), mais uma denúncia contra o prefeito Osni Francisco de Fragas, o Lorinho, de Ituporanga. Foram sete votos favoráveis e quatro contrários, o que inviabilizou constitucionalmente a abertura de uma nova Comissão Processante Permanente (CPP), que exige que pelo menos oito votos sejam favoráveis.

Além da CPI do Lixo, que investiga o prefeito e também outras pessoas, um cidadão fez uma denúncia contra Lorinho pedindo a cassação. A primeira votação aconteceu há alguns dias, onde foi votado pela abertura da CPP, só que nesta votação, os vereadores Leandro May e Claudinei Eyng não poderiam ter votado por terem feito a denúncia que foi motivo da CPI. A partir disso, uma liminar da justiça determinou que a votação era inválida e que os suplentes deveriam fazer uma nova votação.

De acordo com o vereador Leandro Heinzen, presidente da CPI e que também teve o voto decisório da anulação da CPP, o ideal é que antes da votação de uma nova Comissão, que seja aguardado o resultado da CPI. “A primeira Comissão foi feita de forma irregular pela Câmara e foi derrubada. Ao analisar essa situação toda da CPP, se viu que praticamente as mesmas coisas que estavam nesta denúncia, já estão sendo analisadas pela CPI, que já está em andamento há algum tempo. Então na segunda-feira foi apresentado novamente a mesma denúncia, pelo mesmo cidadão e eu achei por bem esperar para que se conclua o trabalho e concluindo os trabalhos da CPI a gente aí sim pode abrir uma CPP com base naquilo que foi apurado e investigado, porque a Comissão não investiga, ela somente julga”.

Leandro disse ainda, que se na CPI for provada alguma irregularidade cometida pelo prefeito, a Câmara então poderá abrir uma nova Comissão Processante para a investigação.

Andamento da CPI

Quanto ao andamento da CPI, Leandro disse que está em ritmo acelerado, que já foram feitas 10 reuniões na Comissão Processante, cinco coletivas onde foram ouvidas 36 pessoas, e ele acredita que dentro de dois meses ela estará concluída.

Elisiane Maciel