Alto Vale, Política
Foto: Adriano Gava

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

O candidato a reeleição em Ibirama, Adriano Poffo (MDB) foi o entrevistado desta terça-feira (03) nas sabatinas promovidas pelo Jornal Diário do Alto Vale. Durante 30 minutos ele falou ao vivo sobre suas principais propostas e respondeu a temas polêmicos como a proposta de seu adversário para diminuição do número de secretarias, mudanças na coligação que participa e no seu patrimônio, entre outros assuntos. Ele também fez uma avaliação sobre os avanços na cidade em seu primeiro mandato e revelou o plano de trabalho para os próximos quatro anos caso seja reeleito.
Ao falar sobre quais seriam suas principais bandeiras ele citou a Saúde, educação, desenvolvimento econômico e infraestrutura. “Precisamos melhorar todos os serviços da prefeitura e isso é obvio, mas claro que tem sempre as prioridades. A saúde e educação sempre serão e vamos focar ainda mais nisso. Outros dois eixos importantes são o desenvolvimento econômico e a infraestrutura para os bairros que também vai contribuir com o desenvolvimento”, disse.

Sobre a saúde, ele destacou a construção da maior UBS da cidade, no Centro, em seu primeiro mandato, já que a antiga funcionava num espaço alugado e a prefeitura recebeu até ordem de despejo. O emedebista afirmou que vai continuar trabalhando para garantir várias outras melhorias. “Sabemos da dificuldade que é a saúde, principalmente pelos exames e consultas especializadas, além das cirurgias. Não posso ser irresponsável e dizer que nós vamos zerar a fila de espera porque isso não é possível. O que queremos e vamos fazer é aumentar o número de mutirões para diminuir o tempo de espera. Outra proposta para a saúde são as terapias complementares como acupuntura, reiki que já estão padronizadas pelo SUS e que acreditamos ser extremamente importantes para a prevenção”, comenta.

Filiado ao MDB desde 2007 ele também falou sobre a coligação com o PPS nas eleições de 2016 e da aliança com o PL para este pleito. “Viemos de uma conversa com o PL desde que assumimos o governo, a aproximação começou lá em 2017. Não foi uma coligação feita as pressas apenas para ganhar uma eleição, ela aconteceu de forma natural”, disse.

Na educação ele afirma que o Executivo investiu nos últimos anos em reformas em todas as 12 unidades de ensino e que a melhoria na infraestrutura e capacitação dos professores já teve reflexos na nota de Ibirama no Índice Nacional do Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb. Poffo ressalta ainda que se for eleito vai continuar investindo cada nessa área.

Ao comentar a proposta dos adversários para diminuição do número de secretarias e a possível extinção da Assistência Social, ele opinou dizendo que este não é o melhor meio de fazer economia e que a pasta é fundamental para dar mais dignidade à pessoas em situação de vulnerabilidade. “Vejo que é um retrocesso. Quero saber qual é a economia que vai trazer? O salário de um secretário e dois diretores ou gerentes? porque os outros profissionais são efetivos e estão lá”, questiona.

Perguntado sobre o que poderia falar sobre o aumento de 2.193,38% em seu patrimônio em relação a última eleição, ele afirmou que declarou dados verdadeiros, ao contrário de muitos outros candidatos. “Em 2016 eu tinha um golzinho. Meus pais trabalharam 40 anos para terem sua casa e um dinheirinho no banco, para poderem ajudar todos os filhos como fizeram comigo. Fiz uma casa no terreno ao lado dos meus pais, terminada com financiamento. Recebi um carro de herança e tenho mais uma conta no banco com meu sócio do escritório de advocacia, o que totaliza os cerca de R$ 700 mil que declarei que é o valor real da minha casa. Peço para que as pessoas olhem o valor declarado pelos candidatos, porque me desculpem, uma casa de dois pisos, com piscina no Centro de Ibirama não custa só R$ 90 mil como outros candidatos declararam não”, argumentou.

Ele finalizou a entrevista garantindo que vai continuar sendo um prefeito acessível à população e mantendo diálogo com a comunidade. “Quero pedir que conheçam os candidatos e avaliem o que está sendo proposto. O que prometemos há quatro anos nós cumprimos. Vocês terão muito trabalho, muito empenho e dedicação e peço de coração o voto de cada um”, finaliza.

O candidato Mali Vendrami (Podemos) não compareceu na entrevista que tinha horário agendado para às 11h.