Cidade
Divulgação

 

As empresas exportadoras de Rio do Sul ampliaram em 15,42% o volume de negócios em 2019 em comparação com o ano anterior. Foram 94,7 milhões de dólares de faturamento, recuperando um pouco o terreno perdido pela cidade em 2018, quando o total foi de 82 milhões de dólares. O resultado fez com que Rio do Sul saltasse da 22ª para a 18ª posição no ranking entre as cidades catarinenses. Os dados são do Ministério da Economia.

 

São 26 empresas rio-sulenses que realizam negócios no exterior, duas a mais do que no ano anterior. Grande parte destes negócios são de indústrias de transformação. As importações feitas em Rio do Sul também aumentaram no ano passado, em torno de 17,32%, representando 22 milhões de dólares em negócios.

 

De acordo com o prefeito José Thomé, O mercado de exportações teve uma incrível evolução de um ano para o outro no município e isso mostra o potencial do setor produtivo.

“É uma satisfação imensa saber que empresários e trabalhadores estão fazendo a cidade evoluir cada vez mais”, comentou.

 

Agronegócio catarinense bate recordes nas exportações

 

Com um agronegócio produtivo e voltado para o mercado externo, Santa Catarina segue batendo recordes. De janeiro a novembro de 2019, o setor foi responsável por 68,5% de todo faturamento com as exportações catarinenses, com receitas que chegam a US$ 5,6 bilhões. O grande destaque deste ano foi o aumento nos embarques de carnes e a ampliação da presença internacional.

 

As carnes são o carro-chefe das exportações catarinenses. De janeiro a novembro, o estado bateu o recorde histórico com as exportações de carne suína, ao longo do ano foram 373,5 mil de toneladas embarcadas, gerando um faturamento de US$ 766,4 milhões.

 

É importante lembrar que Santa Catarina é o maior produtor nacional de suínos e o segundo maior produtor de aves. A produção baseada na agricultura familiar tem alcançado os mercados mais exigentes e competitivos do mundo. Grande parte das exportações catarinenses tem como destino o mercado chinês. China e Hong Kong concentram 59% de todo faturamento catarinense com os embarques de carne suína e 15% das exportações de carne de frango.

 

A carne de frango é o principal produto exportado por Santa Catarina. De janeiro a novembro foram 1,16 milhão de toneladas vendidas para o mercado externo, com um faturamento que passa de US$ 2 bilhões. Os produtos de origem vegetal e florestal responderam por US$ 2,4 bilhões de faturamento, os maiores produtos são soja, milho e madeira e produtos de madeira.