Estado
Foto: Divulgação

A Defesa Civil de Santa Catarina emitiu um alerta para a formação de um ciclone próximo a costa do estado, e os efeitos que ele trará nos próximos dias. Confira:

Início: 22/05/2019 às 12:00 h
Fim: 23/05/2019 às 23:59 h

Regiões: todas, começando pelo Oeste e Meio-Oeste no dia 22, se estendo para o Planalto e Litoral no dia 23/05.

Previsão: tempo instável com chuva moderada a forte em alguns momentos.

Acumulado de chuva: 20 a 40 mm em média no estado, com pontuais de 60 mm no Oeste e Meio-Oeste na quarta-feira (22/05). Na quinta-feira (23/05), 60 a 80 em média e pontuais em torno de 100 mm do Planalto ao Litoral e de 15 a 30 mm nas demais regiões.

Sistema: passagem de uma frente fria por SC, na quarta-feira. Formação de um ciclone extratropical próximo à costa de SC, na quinta-feira.

Continua depois da publicidade

Na sexta-feira (24/05), a intensificação do ciclone próximo à costa de SC, provoca vendáveis com rajadas de 70 a 100 km/h no Planalto Sul e Litoral, com previsão de condição adversa no mar.

RECOMENDAÇÕES DA DEFESA CIVIL SC

Alagamentos/inundações: evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

Enxurradas: Não fique próximo às margens de rios e ribeirões, principalmente em regiões de relevo acentuado, montanhoso e pequenos vales, pois muitas vezes há temporais intensos sobre os topos e cabeceiras, gerando repentinamente grande quantidade de água num curto espaço de tempo. Este tipo de evento adverso apresenta grande poder destrutivo, podendo arrastar veículos, pessoas, animais e mobílias por vários quilômetros. A força das águas pode ainda provocar o rolamento de blocos de pedras, arrancar árvores, destruir edificações e causar deslizamentos de terra nas margens.

Deslizamentos de terra: deve ser observada qualquer movimento de terra ou rochas próximas a suas residências, inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes. Neste caso, é recomendável que a família saia de casa e acione a Defesa Civil Municipal 199 ou Corpo de Bombeiros 193.

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou Corpo de Bombeiros 193.