Cidade
Foto: Almir Marques

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

A Defesa Civil de Rio do Sul interditou nesta quarta-feira (12), uma área de terra próxima ao estacionamento na Estrada da Madeira, no bairro Barragem, por conta de problemas com deslizamento. É que uma residência de madeira caiu na madrugada desta quarta-feira (12) e outras duas ainda estão em situação de risco, sendo necessária a saída dos moradores. As famílias foram orientadas e encaminhadas para a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social.

Perder o lar nessas condições é algo que entristece os moradores. Em entrevista ao repórter Almir Marques do Grupo de Comunicação Difusora, o morador da casa que deslizou, Ademar Massarolo contou que tudo aconteceu durante a madrugada e que não deu tempo para ir até um local seguro. “Eram 3 horas da manhã, na hora da trovoada, eu abri a porta e só deu tempo de sair, mas desci junto com a casa, me atolei ali os vizinhos vieram me tirar. Me dói a perna porque trancou muito fundo dentro da lama e forçou muito para tirar. Ficou carteira com documentos, dinheiro tudo na casa. Vou ter que ir á luta de novo”, explica. Os moradores da localidade, vizinhos de Ademar teriam usado dois bambus para alcançá-lo e retirá-lo da lama. Após, um deles o levou para casa para tomar um banho e até teria emprestado roupas para Ademar.

De acordo com a prefeitura, o local é considerado uma área de risco e por diversas vezes foram feitas vistorias e orientações para as famílias que ali residem, para que deixassem o local. A chuva persistente desde o final da tarde de ontem acabou gerando movimentações no solo.

Ademar trabalha como pedreiro e afirma que nunca pensou que isso aconteceria e acredita que uma boca de lobo teria colaborado para o deslizamento. “Nunca imaginei que isso pudesse acontecer. Só tinha deslizamentos lá na frente e aqui a casa tem 12 pilares de madeira, pilares altos. Ali tem uma boca de lobo e a água que era para ir para outro lado veio para cá, devia ter água aqui em baixo”, comenta.

A Defesa Civil recomenda ainda cuidado aos motoristas que trafegarem na Estrada da Madeira, no trecho em direção ao bairro Barra do Trombudo, por conta da movimentação de terra abaixo da estrada. O acostamento precisará ser interditado provisoriamente.