Política

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

O diretório estadual do PSDB de Santa Catarina anunciou a destituição do diretório de Rio do Sul e a nomeação de uma nova comissão provisória que conta inclusive com o mais novo filiado, o ex-deputado Jorge Teixeira. A mudança que pode impactar diretamente na campanha para as eleições de novembro, foi motivo de uma mobilização de pré-candidatos a vereador da sigla que assinaram um documento pedindo a permanência da executiva presidida até então por Bolívar Bittelbrunn.

O ofício solicitando a permanência da comissão anterior  foi assinado pelos pré-candidatos a vereador Ivo Ronaldo Wessner, Daniele Cristina Zanella, Fabiana Linhares, Amauri José Deucher, Juliana Moretti, Maicon Hang, Jeferson Hoffmann, Elpidio Edenir Coninck, Franciele Cristovão, Dulce Vargas Nardelli, Olívio Flores, Narcizo José Schmidt, Jonas Sasse e Silvane da Silva.

A nova comissão provisória tem como presidente o advogado José Batista da Silva. Ele diz que já vinha sendo procurado pela executiva estadual há cerca de dois meses para assumir a sigla na capital do Alto Vale e decidiu aceitar o desafio. “A executiva estadual vem há algum tempo pedindo  que a executiva municipal buscasse novas filiações,  e de uma  hora para outra, o PSDB que elegeu o Thomé foi deixado pelo prefeito, que ainda deixou como presidente do partido o chefe de gabinete dele para ter o seu apoio lá na frente. Descontente com essa situação a executiva vinha me procurando e eu que sou PSDB de raiz aceitei o desafio”, relata.

Ele revelou ainda a filiação do ex-vice-prefeito e ex-deputado estadual, Jorge Teixeira que agora é o atual tesoureiro da nova executiva do PSDB. O médico havia anunciado em julho do ano passado a saída do PSD e ida ao PP.

Procurado pela reportagem o ex- presidente, Bolívar Bittelbrum, declarou que não foi notificado oficialmente da decisão e que soube da notícia pela imprensa. “Oficialmente nós não recebemos nada. Nos causa espanto e estranheza porque temos um documento que comprova que temos de fato pré-candidatos e bons nomes, temos um partido estruturado inclusive com prestação de conta e todos os documentos aprovados”, disse.

Ele afirmou que em muitas executivas anteriores, inclusive sobre a gestão do recém-nomeado José Batista da Silva, havia problemas que agora não existiam mais no PSDB de Rio do Sul. “Sempre era uma correria atrás de documentos, mas nós estávamos com o jurídico em dia, controladoria em dia, todas as prestações em dia, então vamos tentar entender o real motivo.  Nos bastidores rola esse comentário que seria algo contra a saída do prefeito José Thomé”, alega.

Especulações de alianças

Nos bastidores a especulação é de que o PSDB estivesse com aliança acertada com o atual prefeito José Thomé (PSD), o que agora pode mudar completamente com a nova Executiva . Batista afirma que fará uma gestão ao lado de Jorge Teixeira e que uma chapa pura ou coligações com qualquer partido não estão descartadas. “Queremos o bem estar de Rio do Sul e desde já meu nome está à disposição do partido mesmo numa candidatura a prefeito, vice ou a vereança. Vamos conversar com toda a comissão, com o doutor Jorge Teixeira que está junto comigo e veio para o PSDB”, conclui.