Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

O Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (Dnit) anunciou nesta terça-feira (17) que irá construir uma nova ponte na BR-470/SC sobre o rio das Pombas, em Pouso Redondo. Após avaliações foi decidido que antiga estrutura será demolida.

De acordo com o Dnit, a nova estrutura da ponte deve ser maior em vão e largura, além disso a capacidade de peso também será superior a antiga ponte. Até o momento ainda não se tem muitos detalhes da obra, uma vez que o projeto ainda está sendo desenhado pela Autarquia.

O que ficou decidido após avaliações técnicas é de que o DNIT vai demolir a antiga estrutura que está interditada desde o dia 25 de abril. No entanto, alguns materiais, que ainda estão em boas condições, serão reaproveitados em outras pontes, como as passarelas metálicas para pedestres.

O Dnit também se comprometeu, em acordo com a Administração do Município, a continuar realizando a manutenção de vias municipais que estão sendo usadas como desvio ao traçado original da BR-470.

Segundo assessoria do Dnit, o acordo prevê a instalação de base e revestimento asfáltico. Em contrapartida, a prefeitura se comprometeu a executar serviços de drenagem e de camadas estruturantes com objetivo de garantir o fluxo pesado pelas vias da cidade.

“A manutenção das ruas municipais pelo DNIT continuará até a abertura da nova ponte, a fim de garantir ao município a devolução das ruas municipais em boas condições. A ponte montada em parceria entre Exército brasileiro e DNIT também permanecerá aberta até a inauguração da nova estrutura a fim de dirimir os impactos no trânsito”, diz nota enviada para a imprensa.

Relembre o caso

A interdição da ponte sobre o Rio das Pombas, na BR-40, em Pouso Redondo, ocorreu no dia 25 de abril. O objetivo, segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) era fazer uma recuperação emergencial na parte estrutural, que sustenta a ponte. O fechamento do trânsito se deu após um levantamento realizado de forma preliminar, que apontou a necessidade de uma recuperação emergencial na estrutura de sustentação, devido a alguns problemas, como rachaduras.