Alto Vale
sputnik-reuters

Cláudia Pletsch/DAV

O Projeto de Lei 534/2021 assinado nessa semana pelo presidente Jair Bolsonaro autoriza os estados, municípios e setor privado a fazerem a compra de vacinas para a imunização contra a covid-19. No Alto Vale, 26 municípios já manifestaram a intenção de compra junto a Federação Catarinense dos Municípios (Fecam) que providenciou a entrega do pedido para a empresa fornecedora da Sputnik V, que é fabricada por um laboratório Russo.

A presidente da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi), Geovana Gessner, explica que no início do mês a Amavi já havia providenciado um levantamento da quantidade de doses por município que foi encaminhado para a Fecam. A Federação faz a entrega do relatório para a empresa fornecedora nesse sexta-feira (12) que tem até o dia 17 para dar a resposta quanto a aquisição, sendo positiva as doses devem chegar aos municípios em até 20 dias. “A previsão é de que em até 20 dias essas vacinas estejam já em território brasileiro, assim que ela chegar no aeroporto de Florianópolis vai ser feita a logística e distribuição para os municípios onde a Fecam já está se programando junto aos municípios para a compra de caixas térmicas para que elas cheguem na temperatura certa e em tempo recorde. Os municípios vão pagar a partir da hora em que estiver dentro do Posto de Saúde. Vai ser tudo fiscalizado para que essas vacinas cheguem até a gente e os prefeitos dos municípios maiores que pediram mais doses já estão se programando também com geladeiras e até mais enfermeiros e pessoas aprendendo a vacinar, pois a nossa intenção é que a partir do momento em que chegar a gente faça uma força tarefa para que as pessoas sejam vacinadas rapidamente”, avalia.

Questionada sobre o plano de vacinação, Geovana diz que a Amavi já fez um apelo ao Estado, que também apelou ao Governo Federal para incluir profissionais da Educação nessa primeira fase de vacinação.“A gente viu que tem dado muito certo a parte de educação, onde que nossas crianças estão se comportando, que a estrutura está dando certo, então não gostaríamos de parar a educação. Por isso vamos tentar, ver se a gente consegue colocar como prioritários os professores, merendeiras e motoristas, se nós conseguirmos será esse incluso esse público agora e depois seguir o Plano Nacional de Vacinação”, justifica.

Ainda de acordo com a presidente da Amavi, os recursos utilizados para a compra foram próprios dos municípios e valores destinados pelo Estado para o combate a pandemia.
A Sputnik V é uma vacina fabricada pelo Instituto Gamaleya, um laboratório Russo. De acordo com o consultor em saúde da Fecam, médico especialista em saúde pública, Jailson Lima, essa vacina possui eficácia de 91,8%. Cada dose custa o valor de U$ 17 a dose, o que equivale a R$ 93,50.

Lista de Municípios e quantidade de doses solicitadas:

Agrolândia 2.500
Agronômica 5.000
Atalanta 700
Aurora 5.000
Braço do Trombudo 800
Chapadão do Lageado 60
Dona Emma 800
Ibirama 10.000
Imbuia 300
Ituporanga 10.000
José Boiteux 250
Laurentino 5.000
Lontras 2.000
Mirim Doce 0
Petrolândia 2.000
Pouso Redondo 10.000
Presidente Getúlio 15.000
Presidente Nereu 600
Rio do Campo 400
Rio do Oeste 1.000
Rio do Sul 50.000
Salete 2.500
Taió 10.800
Trombudo Central 2.000
Vidal Ramos 3.500
Vitor Meireles 180