Alto Vale
Foto: Divulgação

O retorno das aulas presenciais na rede municipal de ensino em Ituporanga vai ocorrer no dia 18 de fevereiro. O município vai seguir o mesmo calendário da rede estadual de ensino. A volta dos alunos para as salas vai ocorrer de forma escalonada, seguindo as orientações do Plano de Contingência Municipal (PlanCon).

De acordo com a Secretária de Educação Municipal Sandra Clasen, para que o retorno das atividades aconteça em fevereiro é preciso planejamento. “Há muitas situações que precisam ser analisadas para que esse retorno ocorra de forma tranquila. Nós vamos ficar bastante atentos as orientações que nós teremos que seguir com relação aos servidores e alunos que fazem parte do grupo de risco, temos que observar as medidas a serem adotadas em relação ao transporte escolar e também a alimentação”, explicou.

Seguindo o que prevê a estratégia do Governo do Estado para o retorno das aulas presenciais, os alunos nesse ano terão as atividades divididas em dois momentos “Tempo Casa” e “Tempo Escola”, sendo que os pais ou responsáveis legais podem optar se os filhos voltam ou não para as salas de aula. “Os pais poderão optar pela continuidade no regime de atividades não presencial, mas para isso terão que assinar um termo de responsabilidade”, pontuou a secretária.

Além disso, para o retorno das aulas uma série de medidas sanitárias também estão previstas e precisam ser seguidas. De acordo com a Secretária Municipal de Educação, o plano de contingência prevê aquisição de produtos de higiene e limpeza, EPIs necessários e higienização e sanitização dos espaços. “Temos seguir todas as medidas para evitar a propagação da COVID-19. Temos que preparar as escolas para que todas essas recomendações sejam seguidas, como distanciamento de 1,5 m, disponibilização de álcool e todo o protocolo exigido”.

Hoje a rede municipal de ensino de Ituporanga atende mais de 2 300 alunos. São 1500 na educação infantil e 800 alunos no ensino fundamental.

Atendimento nas creches deve seguir as mesmas regras
O mesmo regramento previsto para as aulas em sala devem seguidos para o atendimento nas creches também.
Sendo assim, de acordo com Secretária Municipal de Educação Sandra Clasen, o escalonamento para o atendimento dos alunos também deve ser adotado. “Mesmo aquelas crianças de creche de 0 a 3 anos elas vão participar sim do escalonamento. A forma que isso vai ocorrer ainda estamos estudando”, pontuou. O retorno das atividades deve seguir o mesmo calendário do ano letivo.

Matriculas ainda podem ser feitas
Para os pais que perderam os períodos de matrículas existe a possibilidade ainda para que seja feito esse processo agora no início do ano letivo. “Muitos pais nos procuraram dizendo que nem ficaram sabendo dos processos de matrícula no final do ano passado. Então, assim que retornarem os serviços nas escolas esses pais podem procurar os educandários e efetuar as matrículas”, explicou.