Política
Foto: Divulgação

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

O prefeito de Blumenau, Mário Hildebrand, do Podemos, esteve em Rio do Sul para uma agenda que segundo ele incluía discutir os desafios regionais como a BR-470 e a realização de obras para diminuir os impactos das cheias como a construção de um canal extravasor em Lontras que beneficiaria diretamente o Vale do Itajaí.

O político afirmou que é natural de Taió e que sua família ainda reside no Alto Vale, então conhece bem a realidade da região e todos os seus desafios como melhorias na BR-470. “Ao longo de 31 anos que eu resido em Blumenau e circulo pela rodovia vindo visitar os meus pais, ou eles vão, há sempre uma grande preocupação inclusive em relação a vida deles já que hoje a BR-470 é uma das estradas com mais mortes no país”, disse.

Para o prefeito a duplicação é uma necessidade urgente já que hoje a rodovia impede o desenvolvimento de toda a região. “Ela estrangula e é sem duvida o gargalo do crescimento de todo o Médio e Alto Vale que tem o seu potencial atrelados a rodovia”.

Outra situação que segundo ele está esquecida, mas que é um grande desafio são as obras para mitigação das cheias, especialmente a construção de um canal extravasor. “Precisamos fazer o controle das enchentes, o canal extravasor que precisa ser pensado e executado já que as cheias são um grande desafio”, completou.

Planos políticos para 2022

Em Rio do Sul Hildebrand também participou de reuniões políticas com filiados ao Podemos. Questionado se pretende se candidatar a algum cargo ele declarou que o foco é discutir o planejamento para as próximas eleições. “Meus planos são ajudar com que o Vale tenha representantes moldados para trabalhar a solução desses desafios que citei e outros, buscar apoiar o crescimento dessa região que por si só já é empreendedora e aguerrida. Quero fortalecer isso, ajudar os prefeitos da região para que possamos estar juntos na luta para conseguir melhorias”.

Sem Oktoberfest ,Blumenau foca em outros eventos

Sem poder realizar a Oktoberfest por causa da pandemia, evento que projetou o nome de Blumenau para todo o mundo e atrai milhares de turistas todos os anos, a cidade foca agora em outras datas comemorativas como o Natal e o Réveillon. “Lutamos até o último dia para tentar manter a Oktoberfest, mas infelizmente a situação da pandemia ainda não permitiu já que a vacinação está distante do mínimo necessário, mas estamos trabalhando para ter um grande Natal, o segundo maior do Brasil, e queremos fazer também um grande Réveillon. Os preparativos já começaram e com certeza esses eventos também vão encantar os visitantes”.