Cidade
Foto: CRS/DAV

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Quem nunca sonhou com a casa própria, o carro zero ou em viajar com a família? Para tudo isso é necessário dinheiro, mas com os consórcios, o sonho pode estar mais próximo de se tornar realidade. Em entrevista a Neri Conte, no Podcast do Estimado, no Jornal Diário do Alto Vale, o corretor Olivio Jair Montibeler, que atende em Rio do Sul, explica as melhores formas de contratar o melhor serviço nas melhores condições. Ele ainda fala sobre a importância de assegurar seus bens e sua vida.

Olivio Jair Montibeler possui mais de 30 anos de história com vendas. Nascido em Tijucas, foi criado por pais agricultores no cultivo do tabaco e resolveu sair do interior aos 21 anos para buscar melhores condições de vida. Então foi morar em Blumenau e passou a trabalhar em várias empresas de diversos setores até adquirir estabilidade e credibilidade no banco Bradesco, onde fazia venda de seguros e consórcios.
“Sempre fui corretor de seguros, consórcios, tenho 20 anos de carreira, mas dentro do Bradesco. Estou há sete anos em Rio do Sul e agora me desvinculei do banco”, comenta.

Durante entrevista a Neri, Montibeler enfatiza a necessidade da contratação de seguro em vários segmentos, sobretudo o de imóveis e o de vida. “Hoje as pessoas pensam em tudo, mas sempre deixam o seguro para depois. É comum as pessoas procurarem para fazer, mas só o básico porque precisam e às vezes fazem no banco, mas os bancos são um pouco limitados em relação às coberturas. A maioria das pessoas falam que não querem seguro porque deixam para outras, mas elas não pensam que podem ficar inválidas por doenças, acidentes e é ali que entra o seguro para ele. Tem gente que não faz porque é muito jovem, mas esquece que não existe idade para morrer, temos uma BR que todos os dias ceifa vidas”, destaca.

Ele ainda destaca a importância de fazer uma boa compra para garantir uma boa cobertura. “Nasceu um filho faz, aquele ser depende de você, é um investimento. Uma pessoa de 30 anos investe R$100 por mês e faz uma boa cobertura, se ela colocar esse valor no banco vai dar pouco por ano. Antigamente não fazia seguros para pessoas com doenças pré- existentes, hoje já tem, só que com um período de carência e esse tempo depende da seguradora. É importante conversar com o corretor”.

“Faz para a família, para os filhos, a esposa. Seguro para casa, carro, é importante porque se trabalha uma vida inteira para ter e o seguro vale a pena porque é barato, pode ser pago em parcelas ou à vista, uma vez ao ano e o seguro de casa e carro fica mais barato a cada ano e você pode dormir tranquilo. Hoje em dia se tem seguro para tudo o que você quiser, cachorro, vaca leiteira, barco, helicóptero, máquinas agrícolas”, acrescenta.

Além da venda de seguros, a Montibeler Corretora também trabalha com venda de consórcios. Olivio explica que até algum tempo atrás as opções não eram tão amplas, mas que atualmente os valores são ajustados de acordo com a necessidade de quem contrata. “Dá para fazer consórcio de bens, serviços. Pode paralisar por algum tempo, mudar valor da carta de crédito, é flexível tanto para aumentar ou baixar o valor, antes da contemplação”, afirma.

Nesse sentido, as mudanças foram tão amplas que possibilitaram a inovação com o consórcio de serviços, que antes não existia. Olívio explica que a pessoa pode contratar para as mais variadas finalidades, desde o pagamento para realização de uma festa de casamento até implante dentário, por exemplo. “Consórcio de serviço que antes não existia, festa de casamento, cirurgia plástica, implante dentário, móveis planejados, um colchão bom- que custa caro, energia solar, implante de cabelo e outros ainda. Se você fizer consórcio o tempo passa e se não fizer passa também”, ressalta.

O corretor ainda destaca que o consórcio surgiu para que pessoas com pouco dinheiro possam realizar sonhos, melhorar de vida, aos poucos. “Veio para pessoas como nós, assalariados que querem realizar um sonho. Estamos no melhor momento para consórcios. O momento é bom porque as empresas puderam pensar em muitas coisas diferentes, criação de produtos. Hoje, a pessoa que não sai do aluguel, por exemplo, é porque não quer, porque existem várias formas de viabilizar isso. Eu posso fazer um consórcio e ir pagando para pagar a faculdade da minha filha, pagar a viagem para a família. Sou suspeito a falar, mas tudo o que eu tenho lá em casa é fruto de consórcio”, pontua.

Ele ainda compara as taxas administrativas pagas no consórcio e os juros do financiamento do banco e afirma que o consórcio tem mais vantagens. “Se você fizer um financiamento de R$300 mil no banco, com o dinheiro do financiamento você paga dois consórcios, no mesmo tempo”, avalia.

Para entrar em contato com a Montibeler Corretora basta ir até a rua Jorge Lucas, 188, próximo ao centro da cidade ou entrar em contato através das redes sociais, no Instagram: @montibelercorretora, no Facebook: Montibeler Corretora. O e-mail é ojmontibeler@hotmail.com, no Google Montibeler Corretora de Seguros e o telefone para contato é (47) 99219-2592 (whatsapp).